Mansão Villa Hilda recebe contação de histórias

Atividades integram a agenda do Festival Nacional de Contadores de Histórias

 Uma mansão com fama de mau assombrada e a penumbra da noite formarão o cenário de uma ação inédita no Festival Nacional de Contadores de Histórias, promovido pela Prefeitura de Ponta Grossa. Nas noites de 08 e 09 de maio, às 22h30, a Mansão Villa Hilda irá abrir as portas para o público conhecer narrativas populares com os ‘Causos de arrepiar gente grande’. A entrada é gratuita e as histórias ficarão por conta de Josiane Geroldi (Chapecó/SC) e contadores convidados.

“Seguimos com a proposta que trazer a população para conhecer de perto a Mansão Villa Hilda a partir de atividades culturais, como teatro, contação de histórias, música e cinema. Vamos seguir com ações assim o ano inteiro, para valorizar este patrimônio de Ponta Grossa, aproveitando as belezas e mistérios do imóvel e do seu jardim para oferecer novas experiências artísticas e sensoriais aos ponta-grossenses”, afirma o diretor do Departamento de Cultura da Fundação Municipal de Cultura, Eduardo Godoy.

Josiane Geroldi é contadora de histórias, atriz e educadora, com pesquisas pautadas nos contos populares brasileiros e compilação de narrativas orais nas comunidades caboclas de Santa Catarina. Entre os projetos montados estão os espetáculos de narração cênica ‘Esticando as Canelas – Contos para enganar a morte’, ‘Tem Coroa, mas não é rei – Contos de Adivinhação’, ‘Nem Te Conto – Narrativas de demônio logrado’ e ‘Foi Coisa de Saci’. Em 2014 estreou ‘Visagem’, espetáculo de pesquisa com as narrativas compiladas através de entrevistas na sua comunidade. Pela Cia Conta Causos, que ela fundou em 2010, tem se apresentado em festivais, maratonas de contos, feiras de livros, projetos e programações de cultura em diversos estados brasileiros.

 Histórias por toda a cidade

O Festival Nacional de Contadores de Histórias acontece de 07 a 10 de maio com mais de 40 ações espalhadas por toda a cidade. Participarão contadores de histórias de Roraima, Ceará, Pernambuco, Alagoas, Santa Catarina, Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Bahia e Paraná, além do Distrito Federal. O evento terá oficinas, atividades didáticas e uma grande maratona de contos, que irá percorrer toda a cidade, levando contação de histórias a escolas, instituições socioeducativas, asilos, bibliotecas e teatros. Realizado pela Fundação Municipal de Cultura, o festival conta com a parceria da Secretaria Municipal de Educação, CECI – Centro de Estudos Cênicos Integrado e Fecomércio SESC/PR – unidade Ponta Grossa, além do apoio da UniSecal.

PG terá ação inédita de contação de histórias em bicicleta

 O 5º Festival Nacional de Contadores de Histórias está chegando. O evento, realizado pela Prefeitura de Ponta Grossa, por meio da Fundação Municipal de Cultura, acontece do dia 07 até o dia 10 de maio, reunindo mais de 40 atividades. Entre as ações, uma em especial irá movimentar as ruas da cidade: o artista Cadu Cinelli irá realizar contação de histórias enquanto ele e a plateia passeiam a pé, de bicicleta ou de skate. A participação é aberta a qualquer interessado.

A performance - inédita na cidade - irá acontecer nos dias 09 e 10 de maio, com concentração na Mansão Villa Hilda às 11h30 e no estacionamento da Biblioteca Pública às 19h, nos dois dias. No primeiro dia, na hora do almoço, o circuito começa na Mansão Villa Hilda, desce a rua Balduíno Taques, vira na Avenida Vicente Machado até o Terminal Central e retorna pelo Calçadão. Já à noite, os participantes irão se concentrar no estacionamento da Biblioteca Pública e seguir rumo ao Parque Ambiental. No segundo dia, às 11h30, o roteiro seguirá da Mansão Villa Hilda até o campus Central da UEPG; às 19h, sairá da Biblioteca Pública e irá até o novo Parque Linear, em Oficinas.

As duas ações que acontecem à noite contarão com a participação dos grupos Penélopes PG e Corre PG, além de serem abertas para qualquer pessoa que queira ter essa nova experiência. Enquanto caminha ou pedala, a plateia escuta as histórias e se permite olhar para Ponta Grossa e para a rotina da cidade por uma nova perspectiva sensorial. Esta é a proposta da performance, que dura aproximadamente 50 minutos. “As atividades a serem realizadas no Festival Nacional de Contadores de Histórias atingem desde o público infantil até os adultos e idosos, comprovando que não existe idade limite para gostar e querer viajar com uma boa história. Estamos oferecendo novas experiências ao público ponta-grossense”, conta o presidente da Fundação Municipal de Cultura, Fernando Durante.

Carioca e atualmente morando em Curitiba, Cadu Cinelli é ator, contador de histórias e diretor teatral, integrante do grupo Os Tapetes Contadores de Histórias, reconhecido mundialmente. É formado em Artes Cênicas pela UniRio e em Artes Integradas na Educação pelo Instituto Tear/RJ, e possui pós-graduado em Psicologia Junguiana, Arte e Educação pela PUC Rio e em Formação em Mediação em Arte e Cultura pelo Itaú Cultural.

 São 30 contadores de histórias de 22 cidades diferentes

 A Prefeitura de Ponta Grossa, por meio da Fundação Municipal de Cultura, divulgou o resultado dos editais com os selecionados para o 5º Festival Nacional de Contadores de Histórias. Foram selecionados 30 profissionais, de 22 cidades brasileiras, que ministrarão oficinas e participarão da Maratona de Contos. Entre os dias 7 e 10 de maio, Ponta Grossa receberá contadores de histórias de Santa Catarina, Minas Gerais, Roraima, Paraná, Ceará, Pernambuco, Alagoas, São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Bahia e Distrito Federal.

Na divisão por regiões, serão cinco do Norte e Nordeste, um do Centro-Oeste, 17 do Sudeste e sete do Sul do Brasil. Excetuando o Paraná, os estados com maior número de participantes são Rio de Janeiro (com quatro contadores) e São Paulo (com cinco contadores). Os prêmios variam de R$ 1.500 a R$ 3.000, como compromisso de participação em todas as atividades previstas na programação do evento. Os selecionados deverão chegar em Ponta Grossa já no dia 06 de maio, movimentando também o trade turístico da cidade.

“Estima-se que os contadores selecionados deverão movimentar diretamente R$ 33 mil na economia local, em hoteis e hostels, restaurantes, lanchonetes, bares, mobilidade, serviços, entre outros. E veja que esse número diz respeito ao movimento direto proporcionado pelos participantes ‘estrangeiros’ de apenas um dos eventos que realizamos no setor cultural em Ponta Grossa. Com isso, podemos perceber a importância das atividades culturais também para o crescimento econômico de uma localidade, além, é claro, de seu caráter de desenvolvimento intelectual, educacional e social no cidadão”, destaca o diretor de Cultura da Fundação Municipal de Cultura, Eduardo Godoy.

O evento terá palestras, oficinas, falas interativas, atividades didáticas e uma grande maratona de contos, que irá percorrer toda a cidade, levando contação de histórias a escolas, instituições socioeducativas, asilos, Calçadão, bibliotecas e teatros. Além dos contadores selecionados, participarão do festival renomados profissionais das artes narrativa, cênica e literária de todo o Brasil. A lista com todos os selecionados pode ser conferida pelo www.pontagrossa.pr.gov.br/cultura.

Curso de Turismo é encerrado com city tour

Curso de Turismo é encerrado com city tour...

Consórcios do Paraná são modelos para todo o país

Consórcios do Paraná são modelos para todo o país...

Torneio reúne 300 jovens legionários em PG

Torneio reúne 300 jovens legionários em PG...

Deputado Federal é destaque no Congresso

Deputado Federal é destaque no Congresso...

Capa da edição desta terça-feira (16/07/2019) do JM

Capa da edição desta terça-feira (16/07/2019) do JM...

Confira o seu horóscopo para esta terça-feira (16/07)

Confira o seu horóscopo para esta terça-feira (16/07)...

Charge da edição desta terça-feira (16/07/2019) do JM

Charge da edição desta terça-feira (16/07/2019) do JM...

PG projeta geração de 7mil vagas de emprego em 2019 

PG projeta geração de 7mil vagas de emprego em 2019 ...

Rangel vai recorrer da decisão da Justiça

Rangel vai recorrer da decisão da Justiça...

CimSaúde e Cresems debatem novos editais de serviços

CimSaúde e Cresems debatem novos editais de serviços...

Sepam garante prata no xadrez e tênis de mesa no JEPs

Sepam garante prata no xadrez e tênis de mesa no JEPs...

Projeto encantado

Projeto encantado...

Coluna RC desta terça-feira (16/07)

Coluna RC desta terça-feira (16/07)...

Um desafio: Mobilidade Sustentável

Um desafio: Mobilidade Sustentável...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS