Pedágio representa 20% do frete de PG a Paranaguá

Levantamento aponta que o valor do pedágio entre Foz do Iguaçu e o porto corresponde a quase 50% do preço do frete 


Estão em vigor, desde os primeiros dias de dezembro, os novos valores das tarifas de pedágio. Com base nos reajustes, o Sistema Ocepar, que representa a Organização das Cooperativas do Estado do Paraná, realizou um estudo que mede o peso dessas tarifas no valor total do frete para o transporte dos dois principais produtos do agronegócio paranaense, a soja e o milho. E os números são surpreendentes: em uma rota analisada, entre Foz do Iguaçu e Paranaguá, por exemplo, tem o peso de quase 50%. Mesmo para um trajeto mais próximo no Estado, como está Ponta Grossa do Litoral, o peso é expressivo, representando 20% do total cobrado.

Para chegar no cálculo, o estudo realizado pela Gerência Técnica e Econômica do Sistema Ocepar (Getec) levou em conta o valor efetivo pago em cada rota por um caminhão com cinco eixos, que transporta 27 toneladas de produtos, seja em grão ou farelo. Os cálculos realizados baseiam-se nos valores dos fretes atuais e na média dos preços recebidos pelos produtores, de R$ 29,07 a saca de 60 quilos no milho, e de R$ 72,52 a saca de 60 quilos para a soja. 

No caso de Ponta Grossa até Paranaguá, o custo do transporte é R$ 53 por tonelada. Como nesse trajeto o custo do pedágio, de R$ 285,60, representa R$ 10,58 por tonelada transportada, ou seja, 19,96% do total. Em outra conta efetuada no estudo, o custo do pedágio, para ida e para a volta, corresponde ao valor de 12,28 sacas de milho, o que representa quase 750 quilos do grão. O custo ajustado (com base no cálculo que 60% dos caminhões retornam ao interior sem carga) dá uma média de 9,82 sacas para pagar o pedágio da viagem.

Já para Foz do Iguaçu a situação é mais crítica. Com o preço médio de R$ 80 a tonelada transportada, o pedágio terá o peso de R$ 36,21 por tonelada, tendo em vista que o transportador pagará R$ 970 nas praças de pedágio. Isso consome 45,26% do valor total do frete. “O pedágio tem um valor equivalente a 8,3% do custo operacional de produção de um produtor que transporta o milho da região de Foz de Iguaçu para Paranaguá”, informa o estudo. Assim, seriam 42 sacas de milho necessárias para pagar o transporte na ida e volta, ou seja, 2,5 toneladas das 27 transportadas, conforme a metodologia do estudo.


Transportes de grãos ao porto pagam R$ 336 mi às concessionárias no ano

Um expressivo valor foi gasto em pedágio no transporte de soja e de milho para a exportação no Paraná, com destino aos portos. A estimativa é de R$ 336 milhões foram pagos por esse setor, segundo o levantamento realizado pelo estudo. Essa projeção tem como base os 22,4 milhões de toneladas enviados aos exterior e leva em conta que 65% dessa produção (14,5 milhões de toneladas) é transportada por rodovia, para os quais seriam necessários 538 mil caminhões de cinco eixos para levar a carga até o porto, cuja tarifa média de R$ 623,68 por caminhão. Como a arrecadação das concessionárias com pedágio, em 2017, foi de aproximadamente R$ 2,3 bilhões, segundo a Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), apenas o transporte da soja e milho para o porto representa aproximadamente 15% do valor total pago às empresas de pedágio

Confira o seu horóscopo para esta segunda-feira (20/05)

Confira o seu horóscopo para esta segunda-feira (20/05)...

Decoração ameniza doenças respiratórias em idosos

Decoração ameniza doenças respiratórias em idosos...

Confira o seu horóscopo para este domingo (19/05)

Confira o seu horóscopo para este domingo (19/05)...

Homens de PG fazem sucesso com bigodes estilosos 

Homens de PG fazem sucesso com bigodes estilosos ...

A maior manifestação da educação da história brasileira

A maior manifestação da educação da história brasileira...

Partidos precisarão de quase 10 mil votos para eleger vereador

Partidos precisarão de quase 10 mil votos para eleger vereador...

Lideranças sugerem revisão na lei de doação de terrenos

Lideranças sugerem revisão na lei de doação de terrenos...

Amparo às universidades

Amparo às universidades...

Construtora KZ lança novo projeto no Jardim Carvalho

Construtora KZ lança novo projeto no Jardim Carvalho...

Capa da edição deste fim de semana (18, 19 e 20/05/2019) do JM

Capa da edição deste fim de semana (18, 19 e 20/05/2019) do JM...

Charge da edição deste fim de semana (18, 19 e 20/05/2019) do JM

Charge da edição deste fim de semana (18, 19 e 20/05/2019) do JM...

Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Tibagi promove reunião

Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Tibagi promove reunião...

Rede estadual de ensino atende mais de 4 mil alunos estrangeiros

Rede estadual de ensino atende mais de 4 mil alunos estrangeiros...

Temperatura vai despencar em PG nos próximos dias

Temperatura vai despencar em PG nos próximos dias...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS