Soja gera quase R$ 2,9 bi em riquezas na região

A soja mantém sua posição como o principal produto do agronegócio da região dos Campos Gerais. Somadas todas as produções dos 27 municípios, o valor obtido com a comercialização desse grão atingiu R$ 2,899 bilhões em 2017. Esse montante equivale a 27,03% de todas as riquezas geradas no agronegócio regional, já que o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) chegou a R$ 10,69 bilhões, como já havia adiantado o Jornal da Manhã e Portal aRede, na última semana de junho. Os números detalhados de produção municipal foram revelados pela Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento (Seab), através de levantamentos feitos pelos núcleos regionais do Departamento de Economia Rural (Deral).

Na comparação com o ano anterior, mesmo com o crescimento da produção, com a marca histórica de quase 4 mil quilos por hectare na região, atingida na ‘supersafra’, o VBP da soja caiu. Na safra 2016, a soma das riquezas chegou a R$ 2,91, ou seja, uma redução de 0,37%. O economista Marcelo da Silva Gomes, responsável pelo acompanhamento do VBP, explica que os motivos da redução no valor, em termos percentuais, em relação à produção de 2016, estão atrelados ao mercado. “Foi uma safra excelente, porém, houve também maior oferta de soja na América do Sul e nos Estados Unidos. Com isso, as cotações foram menores que as do ano anterior”, relata. 

Das 27 cidades que compõem a região, em 19 a soja é a principal geradora de riquezas. Das outras oito, em sete a soja ficou na segunda colocação (Carambeí, Castro, Guamiranga, Imbaú, Imbituva, Ipiranga e São João do Triunfo). Apenas no município de Telêmaco Borba, onde o setor madeireiro predomina, ela está fora do ‘podium’ entre os produtos. Em nível estadual, o setor movimentou um faturamento bruto de R$ 20,34 bilhões, mostrando que a participação regional se aproxima dos 15% do total paranaense. No Paraná, a soja teve um ‘share’ de 24% do valor estadual.

Como já antecipou o JM e aRede, o VBP paranaense caiu de R$ 87,47 bilhões para R$ 85,34 bilhões, ou seja, baixa de quase 2%. Em nível regional a queda se aproximou dos 4%, de 3,8%, ao baixar de R$ 11,11 bilhões para R$ 10,69 bilhões. Segundo o economista Marcelo da Silva Gomes, com a safra recorde aumentou a oferta e os preços de produtos importantes como soja, milho, feijão, batata, caíram. A comercialização também ficou mais lenta. Além disso, houve queda na produção de cereais de inverno e do frango, um importante produto da produção pecuária paranaense, contribuindo para o recuo do VBP.


Quase metade do VBP de Ponta Grossa  corresponde à soja

Em Ponta Grossa, onde o VBP registrado foi de R$ 546,5 milhões, a soja correspondeu a quase metade do total, 49,1%, atingindo R$ 268,7 milhões, com a produção de 262,7 mil toneladas, em uma área plantada de 65,68 mil hectares. A produtividade média foi de 4 mil quilos por hectare. Logo depois da soja, o feijão foi o produto de maior valor agregado na comercialização, de R$ 29,64 milhões, seguida de perto pelo milho, que somou R$ 27,90 milhões. Isso comprova a força da agricultura no município, que predomina em relação a pecuária.


Operação impacta nos valores

O segundo produto com maior faturamento no VBP 2017 foi o frango, com participação de 15% no resultado final. O setor movimentou faturamento bruto de R$ 13,05 bilhões, 11% a menos que no ano anterior quando o volume de produção atingiu R$ 14,72 bilhões. Segundo Marcelo Gomes, o setor foi abalado por incertezas e cenário econômico adverso no primeiro semestre com a Operação Carne Fraca. No segundo semestre, o setor até se recuperou com aumento das exportações mas o número total de abates de frangos caiu 5% em 2017. A produção de leite respondeu por 7% do VBP, com um faturamento de R$ 5,7 bilhões, cerca de 4% inferior ao ano anterior. Já o faturamento bruto da produção de suínos cresceu 10%, com um total de R$ 3,77 bilhões, conferindo uma participação de 4% no VBP do Paraná.


Produção de soja em cada município da região

Município         Valor

Tibagi                 448,64 mi

Castro                 295,75 mi

Ponta Grossa 268,67 mi

Palmeira         194,3 mi

Ortigueira         157,49 mi

Piraí do Sul         138,91 mi

Teixeira Soares 136,01 mi

Arapoti                 130,9 mi

Prudentópolis 113,6 mi

Irati                     95,72 mi

Reserva             91,67 mi

Rebouças         91,4 mi

Carambeí         85,99 mi

Imbituva         82,06 mi

Ipiranga                 80,96 mi

Cândido de Abreu 78,58 mi

Ventania         68,15 mi

Jaguariaíva         63,52 mi

Fernandes Pinheiro 56,36 mi

Ivaí                         53,62 mi

Sengés                 50,59 mi

Curiúva                 34,23 mi

Guamiranga         28,83 mi

Porto Amazonas 24,21 mi

São João do Triunfo 19,67 mi

Imbaú                 7,98 mi

Telêmaco Borba 1,94 mi

Total                 2,899 bi


Capa da edição desta quarta-feira (24/04/2019) do JM

Capa da edição desta quarta-feira (24/04/2019) do JM...

PG sedia 18º Encontro Nacional de Professores de Jo

PG sedia 18º Encontro Nacional de Professores de Jo...

Acipg se posiciona favorável à redução para 15 vereadores

Acipg se posiciona favorável à redução para 15 vereadores...

Cerveja 'Original' ganha versão em lata

Cerveja 'Original' ganha versão em lata...

ExpoFrísia tem recorde de inscrições de animais

ExpoFrísia tem recorde de inscrições de animais...

Prazo para submissão de artigos do ADM 2019 é iniciado 

Prazo para submissão de artigos do ADM 2019 é iniciado ...

Paraná Turismo confirma a privatização de Vila Velha

Paraná Turismo confirma a privatização de Vila Velha...

Caminhoneiros descartam greve após reunião

Caminhoneiros descartam greve após reunião...

Paraná prevê crescimento do uso de carros elétricos

Paraná prevê crescimento do uso de carros elétricos...

Prefeitura realiza simulação de acidente de trabalho

Prefeitura realiza simulação de acidente de trabalho...

Operação Tiradentes registra 124 infrações de trânsito

Operação Tiradentes registra 124 infrações de trânsito...

Charge da edição desta quarta-feira (24/04/2019) do JM

Charge da edição desta quarta-feira (24/04/2019) do JM...

UEPG consegue recursos para pagar obstetras do HU

UEPG consegue recursos para pagar obstetras do HU...

Pedágio mais barato

Pedágio mais barato...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS