PR é pioneiro na autonomia de gestão de áreas dos portos

Estado é o primeiro do Brasil a receber autonomia para administrar contratos de exploração de áreas dos portos organizados

 

Convênio de delegação de competência foi assinado nesta terça-feira (13), na Bolsa de Valores de São Paulo, pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. Com a medida, a Portos do Paraná assume a administração de arrendamentos

Com a medida, a gestão dos arrendamentos de instalações portuárias, que antes eram definidos pela Secretaria Nacional de Portos, passam a ser controlados pela empresa pública Portos do Paraná. “Um dia muito importante para o Paraná. É uma demonstração de respeito e um reconhecimento à boa gestão que o Estado realiza nos portos paranaenses”, afirmou Ratinho Junior.

“Essa independência comprova o alto nível técnico dos Portos do Paraná”, destacou o governador, que reforçou que na formação da equipe de gestão dos portos optou pela escolha de pessoas com qualificação nas áreas portuária e de logística. Ele ressaltou que o Estado trabalha para ser o principal centro logístico da América do Sul.

O ministro Tarcísio de Freitas disse que a gestão descentralizada dos portos dá mais celeridade nos processos envolvendo os terminais portuários. Ele explicou que o Paraná foi o primeiro do País a cumprir uma série de requisitos de governança dos portos para merecer a delegação. “Uma satisfação fazer este primeiro convênio justamente com o Paraná”, afirmou.

O diretor-presidente da empresa pública Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia da Silva, reforça que a administração paranaense tem todas as condições necessárias para assumir a atribuição – desde a elaboração dos editais e a realização dos procedimentos licitatórios para os arrendamentos, até a gestão dos contratos e a fiscalização da execução dos mesmos.

“A administração local está mais próxima das empresas, conhece todas as particularidades da região e conta com estrutura organizacional, física e funcional para gerir com segurança e competência a exploração das instalações portuárias”, explica Garcia.

Para receber a delegação federal, a administração estadual dos portos foi aprovada após um extenso processo de análise e validação, atendendo a portaria 574, de 26 de dezembro de 2018, emitida pelo antigo Ministério dos Transportes.

O Paraná recebeu nota 8,5 no Índice de Gestão da Autoridade Portuária (IGAP), que mede indicadores de desempenho para atestar a capacidade de gerência dos portos. São índices financeiros, contábeis, de transparência administrativa, regularidade tributária e trabalhista, além da manutenção dos acessos aquaviários.

O secretário Nacional de Portos, Diogo Piloni, explica que uma escala que vai até dez, uma nota superior a 6 pontos pode passar para as administrações descentralizadas o direito de elaborar editais, realizar licitações para o arrendamento de terminais e fiscalizar a execução dos contratos. Uma nota acima de 8 permite ainda fazer o reequilíbrio econômico dos contratos, negociar prorrogações antecipadas mediante novos investimentos e deliberar sobre expansão da área arrendada.

O arrendamento é um contrato de cessão de uma área, para exploração privada da atividade portuária. O processo prevê a realização de editais de concorrência, leilão na Bolsa de Valores de São Paulo, gestão dos contratos e a fiscalização da execução dos mesmos.

A autonomia leva em conta que a administração local está mais próxima das empresas, conhece todas as particularidades da região e conta com estrutura organizacional, física e funcional para gerir, com segurança e competência, a exploração das instalações portuárias.

A Portos do Paraná possui um núcleo específico para cuidar dos arrendamentos, com sistema informatizado de gestão dos contratos e relatórios circunstanciados.

Outra vantagem da mudança é que os processos licitatórios de arrendamento geram um custo de oportunidade para quem o administra – o BID (traduzido do inglês como “lance” ou “oferta”). Com a descentralização, esses recursos – que antes ficavam no Tesouro da União, vão para o caixa da empresa pública paranaense.

A corrosão da política

A corrosão da política...

Aliel Machado concorre ao prêmio de melhor deputado

Aliel Machado concorre ao prêmio de melhor deputado...

Empresários pedem retirada de PL sobre bares e faculdades

Empresários pedem retirada de PL sobre bares e faculdades...

Celulares no cadeião de PG

Celulares no cadeião de PG...

Estado e União formalizam parceria para nova concessão de rodovias

Estado e União formalizam parceria para nova concessão de rodovias...

Pequenos produtores recebem tratores no Agroleite

Pequenos produtores recebem tratores no Agroleite...

Polícia combate grupo estrangeiro por agiotagem

Polícia combate grupo estrangeiro por agiotagem...

Receita Estadual combate inadimplência no IPVA

Receita Estadual combate inadimplência no IPVA...

Agroleite espera por Ratinho Junior, Bolsonaro e ministra

Agroleite espera por Ratinho Junior, Bolsonaro e ministra...

Vagas na Agência do Trabalhador para quarta-feira (14/08)

Vagas na Agência do Trabalhador para quarta-feira (14/08)...

Itaipu tem maior produtividade da história em julho

Itaipu tem maior produtividade da história em julho...

AMTT alerta para mudanças em ruas do Boa Vista

AMTT alerta para mudanças em ruas do Boa Vista...

PG terá ato por justiça após morte violenta de cachorro

PG terá ato por justiça após morte violenta de cachorro...

Novas rotas aéreas vão fortalecer o crescimento do agronegócio

Novas rotas aéreas vão fortalecer o crescimento do agronegócio...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS