Projeto encantado

Pela segunda vez em menos de 20 dias, a proposta de criação do Fundo Municipal do Transporte Público não avança na Câmara de Ponta Grossa. Dessa vez, a suspensão do trâmite foi determinada pela 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná.

Qual é o problema do Fundo de Transporte? O projeto é importante e pode significar um novo momento por priorizar a transparência de informações. Ao que parece falta articulação política dentro do Legislativo. Falta, também, articulação. A base política do governo não está funcionando a contento. O resultado disso é o evidente desgaste.

A justificativa para pedir a suspensão é baseada, principalmente, na recusa recente de um projeto muito semelhante – o PL 137/2019. A proposta de criação do Fundo de Transporte foi recusada no mês de junho, mas voltou a ser apresentada pelo poder Executivo – e recebida pela presidência da Câmara. No entanto, os vereadores denunciaram que dois projetos semelhantes não podem ser analisados no mesmo ano, pelo Legislativo.

Na decisão judicial, a desembargadora lembrou o artigo 67 da Constituição Federal, que garante a reapresentação de um projeto de lei semelhante somente com a aprovação da maioria absoluta dos vereadores (ou seja, 12 dos 23 membros da Câmara).

Vai ter medição de forças entre o Executivo e o Legislativo. A Prefeitura vai recorrer da decisão liminar que resultou na suspensão da tramitação do projeto. O posicionamento do Município está embasado no entendimento de que há legalidade na proposição do PL 211, por se tratar de uma nova proposta, diferente do que afirma o mandado de segurança impetrado pelos vereadores da oposição.

No entendimento da Prefeitura, somente com a administração da bilhetagem do transporte, com a arrecadação centralizada no Fundo de Transporte Coletivo, o processo será mais transparente. O Município teria maior controle sobre o que está sendo arrecadado com a venda de passagens e todas as informações seriam disponibilizadas no Portal da Transparência.

Capa da edição desta quarta-feira (14/08/2019) do JM

Capa da edição desta quarta-feira (14/08/2019) do JM...

Charge da edição desta quarta-feira (14/08/2019) do JM

Charge da edição desta quarta-feira (14/08/2019) do JM...

A corrosão da política

A corrosão da política...

Aliel Machado concorre ao prêmio de melhor deputado

Aliel Machado concorre ao prêmio de melhor deputado...

Empresários pedem retirada de PL sobre bares e faculdades

Empresários pedem retirada de PL sobre bares e faculdades...

PR é pioneiro na autonomia de gestão de áreas dos portos

PR é pioneiro na autonomia de gestão de áreas dos portos...

Celulares no cadeião de PG

Celulares no cadeião de PG...

Estado e União formalizam parceria para nova concessão de rodovias

Estado e União formalizam parceria para nova concessão de rodovias...

Pequenos produtores recebem tratores no Agroleite

Pequenos produtores recebem tratores no Agroleite...

Polícia combate grupo estrangeiro por agiotagem

Polícia combate grupo estrangeiro por agiotagem...

Receita Estadual combate inadimplência no IPVA

Receita Estadual combate inadimplência no IPVA...

Agroleite espera por Ratinho Junior, Bolsonaro e ministra

Agroleite espera por Ratinho Junior, Bolsonaro e ministra...

Vagas na Agência do Trabalhador para quarta-feira (14/08)

Vagas na Agência do Trabalhador para quarta-feira (14/08)...

Itaipu tem maior produtividade da história em julho

Itaipu tem maior produtividade da história em julho...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS