Frísia comemora 95 anos com olhar para o futuro

Neste sábado (1º), dia do aniversário de 95 anos, será realizada uma live que contará mais sobre a história; com faturamento de R$ 2,9 bilhões, atua nos estados do Paraná e Tocantins

No dia 1º de agosto, a Frísia Cooperativa Agroindustrial comemora suas conquistas com o olhar no futuro, principalmente na geração de valor e tecnologia. São 95 anos de inovação, se reinventando constantemente, mas sem deixar de lado sua essência. Neste sábado, a cooperativa realiza às 19h, em seu canal do YouTube, uma live que contará mais sobre sua história.

O diretor-presidente do Conselho de Administração da Frísia Cooperativa Agroindustrial, Renato Greidanus, afirma que a cooperativa tem uma história muito rica. “No início, os presidentes que começaram a cooperativa tiveram muita dificuldade, mas com muita luta e trabalho conseguiram levar a cooperativa adiante. Sabemos que, para conduzir a Frísia nesses 95 anos, precisamos de um plano estratégico muito forte, que foi sempre pautado no compromisso, na ética e no trabalho. Temos até hoje o tripé que nos move sempre à frente que é a educação, a fé e o cooperativismo. E isso fez com que nós chegássemos aos 95 anos e continuássemos construindo essa história”.

A Frísia é a cooperativa de produção mais antiga do Paraná, Estado que, ao todo, tem 216 entidades do sistema. No Brasil, é a segunda em existência. Em 2019, alcançou R$ 2,9 bilhões em faturamento, com 857 cooperados localizados em mais de 30 municípios na região Centro-Sul do Paraná e 16 municípios no Tocantins. Suas conquistas têm como base os valores Fidelidade, Responsabilidade, Intercooperação, Sustentabilidade, Integridade e Atitude (FRÍSIA).

Tradição

A história da cooperativa se funde à chegada das primeiras famílias holandesas que se estabeleceram na região paranaense dos Campos Gerais. Em 1925, 14 anos após o início do movimento de imigração, esses pioneiros desenvolveram o que pode ser considerada a primeira forma de inovação e empreendedorismo (de gestão e produção), ou seja, a iniciativa em criar uma cooperativa.

Na ocasião, sete sócios e uma produção leiteira de 700 litros/dia produziam manteiga e queijo que eram comercializados em Ponta Grossa, Castro, Curitiba e, posteriormente, em São Paulo. Foi a união de quatro fabriquetas que originou a Sociedade Cooperativa Hollandeza de Lacticínios. Em 1928, essa sociedade deu origem à marca Batavo, que, em 1954, foi incorporada à Cooperativa Central de Laticínios do Paraná Ltda. (CCLPL).

Em agosto de 2015, nos seus 90 anos, a Batavo Cooperativa Agroindustrial decide mudar sua denominação social para Frísia Cooperativa Agroindustrial, desvinculando-se do antigo nome em virtude de sua venda para o mercado varejista nos segmentos de carnes e lácteos. Sua história e essência permanecem as mesmas, bem como as estruturas, colaboradores e famílias de associados.

Inovação

Em 2019, a produção de leite da cooperativa alcançou 253 milhões de litros. Somadas a isso estão as 27.120 toneladas de carne suína; área cultivada de milho de 23.077 hectares na safra 18/19; 121.701 hectares de soja; 5.609 hectares de feijão; e 36.575 hectares de trigo.

A produtividade da Frísia, pela média das últimas três safras, de soja, milho e trigo é superior à do Paraná e do Núcleo Regional de Ponta Grossa (que engloba 18 municípios dos Campos Gerais). Já a unidade em Paraíso do Tocantins, também em 2019, cresceu 22% em recepção de grãos, com um total de mais de 70 mil toneladas entre soja e milho. No Tocantins, atualmente são 30 mil hectares cultivados por 64 cooperados.

Esses números só foram conquistados com planejamento e atitude da cooperativa ao longo dos anos. Cada passo dado foi previamente pensado, analisado, reunindo o que se tinha de melhor. A inovação se deu em várias frentes, como: desenvolvimento de um Planejamento Estratégico; análise e aplicação da melhor genética da bovinocultura leiteira; seleção e comercialização de sementes, com alto nível de germinação e adaptabilidade às regiões produtoras; produção de uma ração balanceadas e de qualidade; rastreabilidade de toda a cadeia suinícola, respeitando o bem-estar animal; equipes técnicas de alto nível; ser mantenedora da Fundação ABC, entidade referência em pesquisa e desenvolvimento da produção agrícola, fundada em 1984; e incentivo e investimento constante com foco na gestão das propriedades dos cooperados.

A inovação sempre buscada pela Frísia é reforçada com movimentos e caminhos que podem ser seguidos pelos associados e colaboradores. Mais recentemente, a cooperativa deu um salto representativo: o lançamento da Plataforma Digital Agro. A marca Digital Agro surgiu há quatro anos inicialmente com a feira. Nela, o que há de mais tecnológico, inovador e aplicável no agronegócio, digitalmente, é apresentado ao público, aproximando ainda mais o produtor das novidades. Em 2021, a feira acontecerá pela primeira vez fora de Carambeí, agora em Curitiba, chegando ainda mais próximo do consumidor final. A feira ocorrerá entre 13 e 15 de julho.

A plataforma ainda conta com outros três setores que impulsionam a busca por soluções de alto nível, gerando conexão entre uma série de movimentos. Sendo eles: o Digital Agro News, um site de notícias que levanta temas e apresenta soluções para os desafios do campo; o Digital Agro Connection, que seleciona startups para apresentarem respostas às demandas e sugestões de melhorias dos processos; e o Digital Agro Ideas, que reúne sugestões e ideias de colaboradores, cooperados, fornecedores e clientes.

A ExpoFrísia é outra marca da cooperativa. A feira reúne criadores e animais com alto padrão genético, reprodutivo e produtivo. Localizada no Parque de Exposições Frísia, em Carambeí (PR), sede da cooperativa, conta com julgamentos de animais, exposição de tecnologias para o segmento e a apresentação do Catálogo de Touros da Intercooperação, que aponta sugestões dos melhores animais. Esse evento promove a mesma evolução genética buscada historicamente pelos cooperados, assim como na década de 1940, que, com a chegada de novos imigrantes, realizou, entre outros processos, o aprimoramento genético na atividade pecuária. Na ocasião, houve a chegada dos primeiros gados puros da raça holandesa.

O diretor-presidente da Frísia destaca a importância do cooperativismo e das novas gerações para continuar esse trabalho. “Muito se fala hoje sobre a agricultura 4.0, mas também pensamos como será o cooperativismo 4.0. É algo que a gente precisa ter em mente, com novas gerações chegando, nossos filhos e nossos netos, que vêm com demandas e interesses diferentes, e enxergam o mundo de forma diferente do que a gente enxerga. Essa digitalização vai ser mais utilizada nas estruturas das cooperativas, de uma forma ou de outra, ou seja, na forma de você se conectar aos seus cooperados. Como a gente mantém esses laços com os nossos cooperados? Isso é um desafio para nós como cooperativa, é um desafio para as novas gerações. Manter a essência do sistema, de que nós não podemos nos distanciar. Precisamos nos manter próximos e pensar de forma conjunta”.

Cooperação

A base da Frísia é o cooperativismo. O trabalho, a união das forças e o compartilhamento dos resultados impulsiona a cooperativa a se tornar uma das maiores do Brasil. Ao longo dos anos, a Frísia produziu marcas próprias e do sistema de intercooperação Unium (que engloba cooperativas coirmãs também de origem holandesa). As marcas próprias são a Sementes Batavo, a Rações Batavo, a plataforma Digital Agro, a feira ExpoFrísia, a plataforma SuperCampo e o TRR Frísia, este voltado à comercialização de combustível. Como marcas da Unium estão as voltadas ao Moinho de Trigo (farinhas Herança Holandesa e Precisa), a Unidade Industrial de Carnes (da marca Alegra), das Unidades de Beneficiamento de Leite (com as marcas Colônia Holandesa, Naturalle e Colaso) e Energik (usina de bioenergia).

“Nós construímos esse legado buscando uma intercooperação, aonde a gente conseguiu retornar à agroindustrialização, tanto nas plantas de leite quanto na suinocultura; temos ainda o Moinho de Trigo, além de semente e rações. Temos várias unidades de negócio que dão suporte não apenas a nós cooperados, mas também ajudam a cooperativa a continuar a crescer. Isso é extremamente importante e estratégico para nós darmos vazão à nossa produção e também conseguirmos agregar valor a ela”, explica Greidanus.

A Frísia e seus associados carregam as premissas do cooperativismo em todas as ações. É o que acontece nesse período de pandemia da Covid-19, que reduziu fortemente a renda das famílias, sobrecarregou unidades e profissionais da saúde e impactou a economia do País.

Desde o início do isolamento social foram feitas doações para o poder público e entidades sociais no Paraná e no Tocantins, envolvendo máscaras respiradoras, equipamentos de proteção individual (EPI), material para entubamento de pacientes, álcool líquido e em gel, várias toneladas de alimentos para famílias em situação de vulnerabilidade social e caminhoneiros, entre outros produtos. Além disso, mulheres cooperativistas confeccionaram milhares de máscaras, item que se tornou fundamental para o combate à propagação da doença.

Ao longo dessas décadas, a cooperativa conquistou diversos prêmios, seja pelas boas práticas e produtividade ou mesmo pela sua história. Mas dois deles representam a cooperação de todos por um resultado de qualidade para a sociedade e o meio ambiente. Em 2019, a Frísia conquistou o Selo Sesi ODS com o programa Coleta Legal (de recolhimento e correta destinação de embalagens de defensivos), que contribuiu para o alcance dos objetivos e metas da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), para o Desenvolvimento Sustentável. Também ano passado a cooperativa foi premiada como Embaixadora da América Latina do Prêmio Mundo de Respeito, reconhecimento que aponta aquelas instituições que promovem cuidados e projetos em boas práticas agrícolas, meio ambiente, sustentabilidade e comunidade.

A Frísia chega aos 95 anos sem esquecer todo o caminho que a levou ao patamar atual, valorizando o trabalho e dedicação dos associados, colaboradores e familiares, mas com foco no futuro para continuar se reinventando e produzindo mais e melhor. “A cooperativa é uma sociedade de pessoas para pessoas. Sempre, dentro do modelo cooperativista, vamos ter pessoas envolvidas. Sejam nossos colaboradores, sejam nossos cooperados, seus familiares e toda a sociedade que está a nossa volta. Isso é o que nós sempre trabalhamos e continuará sendo a essência da cooperativa”, conclui Greidanus.

 

Reabertura de escolas e equidade na educação

Reabertura de escolas e equidade na educação...

Daju confirma loja e centenas de empregos em PG

Daju confirma loja e centenas de empregos em PG...

Prefeitura amplia Toque de Recolher por uma semana em PG

Prefeitura amplia Toque de Recolher por uma semana em PG...

Feira do produtor na Benjamin Constant completa 37 anos

Feira do produtor na Benjamin Constant completa 37 anos...

Obras da nova cadeia de PG fomentam a economia

Obras da nova cadeia de PG fomentam a economia...

Prefeitura cede espaço e garante prática de equoterapia

Prefeitura cede espaço e garante prática de equoterapia...

Cultura de PG deve receber R$ 2,2 milhões do Governo Federal

Cultura de PG deve receber R$ 2,2 milhões do Governo Federal...

68% dos torcedores não querem Gersinho no Fantasma

68% dos torcedores não querem Gersinho no Fantasma...

Parcelamento do IPVA de 2020 já está disponível

Parcelamento do IPVA de 2020 já está disponível...

Bakri anuncia verbas para a saúde e pontos de ônibus

Bakri anuncia verbas para a saúde e pontos de ônibus...

PG volta a registrar grande número de casos da covid

PG volta a registrar grande número de casos da covid...

Guto Silva discute equilíbrio entre economia e saúde

Guto Silva discute equilíbrio entre economia e saúde...

Brasil chega a 2,6 milhões de casos e 91,2 mil mortes

Brasil chega a 2,6 milhões de casos e 91,2 mil mortes...

Receita paga hoje R$ 5,7 bilhões em restituição de IR

Receita paga hoje R$ 5,7 bilhões em restituição de IR...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS