Reajuste do plano de saúde e os aumentos abusivos na terceira idade

Por Isabela Perrella

É muito comum as operadoras de saúde reajustarem as mensalidades do plano de saúde de seus segurados quando estes completam 59 anos. Isso ocorre porque o Estatuto do Idoso proíbe o aumento após os 60 anos. Assim, como uma forma de burlar a legislação, o segurado é surpreendido quando completa os 59 anos com um reajuste abusivo, tendo em vista ser a última oportunidade do aumento por faixa etária.

Muitos segurados, mesmo insatisfeitos, aceitam a mudança. O que poucos sabem é que o reajuste do plano de saúde por idade é válido apenas dentro de um percentual que seja considerado razoável. Tal entendimento foi proferido pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) no julgamento do recurso repetitivo tema 952 no final de 2016 e é aplicado ainda que o reajuste do plano seja previsto e permitido em contrato.

Sendo assim, para que o reajuste fundado na mudança de faixa etária do beneficiário seja válido, é necessário que haja previsão contratual e que sejam observadas as normas expedidas pelos órgãos governamentais reguladores. É necessário ainda, que não sejam aplicados percentuais que onerem excessivamente o consumidor ou discriminem o idoso, ou seja, que não sejam considerados sem razão, aleatórios ou inadequados.

Nesse sentido, caso o segurado seja surpreendido com reajuste em percentual desarrazoado em razão da mudança de faixa etária, é possível questionar a sua validade por meio de ação judicial e assim requerer a sua cessação de forma imediata através de liminar.

De modo geral, não são permitidos reajustes abusivos anuais. Ainda que fujam da faixa etária, tais reajustes devem ser aplicados de acordo com a tabela da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) ou, quando se trata de planos coletivos, é necessário que a operadora comprove que há uma justificativa para aquele aumento, o chamado “sinistro”.

Portanto, seja o reajuste em razão da idade ou anual, se for desarrazoado ou aleatório, o consumidor pode e deve ir à justiça pleitear a cessação do aumento, inclusive podendo ser revistos os ajustes aplicados nos últimos cinco anos. Fique atento aos seus direitos!

Isabela Perrella é especialista em Direito do Consumidor do escritório Aith, Badari e Luchin Advogados

Ratinho e Huck vêm a PG inaugurar 3ª fábrica do Madero

Ratinho e Huck vêm a PG inaugurar 3ª fábrica do Madero...

Capa da edição desta quinta-feira (23/05/2019) do JM

Capa da edição desta quinta-feira (23/05/2019) do JM...

Rangel pede à Câmara autorização de empréstimo de R$ 30 mi

Rangel pede à Câmara autorização de empréstimo de R$ 30 mi...

Sandro debate concessão de rodovias com prefeitos locais

Sandro debate concessão de rodovias com prefeitos locais...

Agência da Cidadania ocorre nesta sexta na Nova Rússia

Agência da Cidadania ocorre nesta sexta na Nova Rússia...

Aliel pede que Ministro esclareça decreto das armas

Aliel pede que Ministro esclareça decreto das armas...

Inscrições para Semana da Indústria encerram nesta quinta

Inscrições para Semana da Indústria encerram nesta quinta...

Pouco caso da população

Pouco caso da população...

Charge da edição desta quinta-feira (23/05/2019) do JM

Charge da edição desta quinta-feira (23/05/2019) do JM...

Cuidado com o veículo pode salvar vidas no trânsito

Cuidado com o veículo pode salvar vidas no trânsito...

Grupo de Cordas se apresenta em escola municipal

Grupo de Cordas se apresenta em escola municipal...

PM recupera carro de motorista de Aplicativo de transporte

PM recupera carro de motorista de Aplicativo de transporte...

Relíquias de São Camilo emocionam fieis

Relíquias de São Camilo emocionam fieis...

Sexta às Seis apresenta bandas de música celta

Sexta às Seis apresenta bandas de música celta...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS