Mortes sobem 20% nas estradas federais da região

Balanço divulgado pela PRF nesta segunda-feira aponta para queda no número de acidentes, mas aumento de mortes e feridos

As rodovias federais da região dos Campos Gerais registraram 20% mais mortes no primeiro trimestre de 2019, na comparação com o mesmo período do ano passado. A informação foi divulgada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta segunda-feira (15), em balanço das atividades e das ocorrências atendidas nos primeiros três meses deste ano, referindo-se aos municípios da área de circunscrição da 3ª Delegacia Regional, que também abrange algumas cidades próximas a Guarapuava.

Enquanto 2018 teve 20 óbitos registrados neste período, o ano de 2019 já conta com 24 mortes em rodovias federais. Também houve aumento na quantidade de feridos, de 238 e 260 (9,2% de crescimento). O número de acidentes, no entanto, teve queda na mesma comparação: 268 em 2018, contra 205 neste ano.

Entre os acidentes com mortos, a colisão frontal, atropelamento de pedestre e saída de pista, foram os principais tipos de acidentes registrados. A velocidade incompatível, a falta de atenção do motorista e a falta de atenção ao pedestre foram as principais causas dos acidentes com óbito. Durante o primeiro trimestre, que compreendeu o período de férias, o retorno dos feriados de final de ano e o Carnaval, o grande desafio dos condutores e da PRF foi a chuva, que apareceu com bastante intensidade, favorecendo às aquaplanagens e saídas de pista.

Como a Região dos Campos Gerais apresenta muitos trechos em pista simples, a colisão frontal aparece com destaque entre os acidentes graves. Esse fator aliado à velocidade e às ultrapassagens de risco colaboraram para o acréscimo dos números de feridos e mortos.

Quanto às fiscalizações no primeiro trimestre de 2019, os radares flagraram 13.779 motoristas em excesso de velocidade, 853 motoristas foram autuados por realizarem ultrapassagens proibidas, as equipes da PRF abordaram 92 condutores dirigindo sob efeito de álcool, dos quais 25 foram encaminhados à Polícia Civil por crime de embriaguez ao volante.

Além desses números, 44 veículos transportando crianças sem a cadeirinha ou assento de elevação foram notificados e 583 veículos recolhidos aos pátios da PRF, por problemas de documentação ou por não apresentarem condições de segurança. Com a proximidade da Semana Santa, a PRF ampliará a atuação em apoio aos usuários que viajarão no feriado.


Cresce o número de acidentes fatais no 1° trimestre de 2019

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 116 mortes nos três primeiros meses de 2019 no Paraná. O número é 27,5% maior do que o verificado no mesmo período do ano passado, quando 91 pessoas morreram. E 32,2% menor que o do primeiro trimestre de 2017, em que houve 171 mortes.

De janeiro a março deste ano, 2.012 pessoas saíram feridas em acidentes nas rodovias federais paranaenses. As equipes da PRF atenderam 1.787 acidentes no período. O balanço do primeiro trimestre de 2019 foi divulgado pela PRF na manhã desta segunda-feira (15).

Mais da metade das mortes ocorreram em colisões frontais (27,6%) ou em atropelamentos (26,7%). As principais causas dos acidentes fatais foram desobediência às normas de trânsito, falta de atenção à condução, velocidade incompatível, falta de atenção do pedestre, ingestão de bebidas alcoólicas, sono, defeito mecânico e ultrapassagens indevidas. A maioria das mortes aconteceu em trechos de pista simples (55,2%), à noite (58,6%) e com pista seca (79,3%).

Ao longo de 2018, de janeiro a dezembro, a Polícia Rodoviária Federal havia registrado o menor patamar de mortes desde 2010 no Paraná. A trajetória dos indicadores de letalidade foi de queda nos últimos dois anos. As mortes caíram de 652, em 2016, para 490, no ano passado – uma redução de 24,8%.


Informações Polícia Rodoviária Federal.

Reforma da Previdência pode exonerar 1,3 mil servidores de Ponta Grossa

Reforma da Previdência pode exonerar 1,3 mil servidores de Ponta Grossa...

Pedágio da RodoNorte ficará mais baixo a partir do dia 27

Pedágio da RodoNorte ficará mais baixo a partir do dia 27...

PG é destaque no cenário econômico estadual e nacional

PG é destaque no cenário econômico estadual e nacional...

Capa da edição desta sexta-feira (19/04/2019) do JM

Capa da edição desta sexta-feira (19/04/2019) do JM...

Reforma da Previdência, pequenos detalhes e o lado humano da discussão

Reforma da Previdência, pequenos detalhes e o lado humano da discussão...

Stocco critica aumento na tarifa de água no Paraná

Stocco critica aumento na tarifa de água no Paraná...

Mercados esperam intenso movimento neste sábado

Mercados esperam intenso movimento neste sábado...

Mercados e shoppings abrem amanhã e fecham na Páscoa

Mercados e shoppings abrem amanhã e fecham na Páscoa...

Uma vitrine nacional

Uma vitrine nacional...

Charge da edição desta sexta-feira (19/04/2019) do JM

Charge da edição desta sexta-feira (19/04/2019) do JM...

Acidente na entrada de loja deixa mulher e criança feridas

Acidente na entrada de loja deixa mulher e criança feridas...

Páscoa Solidária atenderá a mais de 20 instituições de PG

Páscoa Solidária atenderá a mais de 20 instituições de PG...

Operação da GM aumenta segurança em oito vilas

Operação da GM aumenta segurança em oito vilas...

Diretora internacional da DAF visita HU-UEPG

Diretora internacional da DAF visita HU-UEPG...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS