Escola Carlos Carneiro inicia atividades do Vamos Ler

Vamos Ler

05 de setembro de 2017 14:06

Dhiego Tchmolo

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Dia da Consciência Negra é tema em escola de Imbituva

Redação em Imbituva propõe táticas para evitar o bullying

Vamos Ler e IMM fecham parceria por mídia e educação

Ervas medicinais viram entrevista em escola de Imbituva
Quinto ano desenvolve cinco atividades com o Jornal da Manhã
Turma cria espaço coletivo para acesso à leitura
Obra de Monteiro Lobato é destaque na Expocultura
PUBLICIDADE

Quinto ano pode idealizar seu próprio impresso através de edição do Jornal da Manhã.

Integrar os alunos aos projetos é apresentar a eles quais potencialidades e possibilidades suas produções podem alcançar. Com as crianças cada vez mais inseridas nos meios digitais, é importante estabelecer informações que mostrem a elas a amplitude que o trabalho em sala de aula pode alcançar. Esta é a proposta do Vamos Ler – Geração Digital que continua sendo inserido nas escolas no segundo semestre.

Desta vez foi a Escola Municipal Carlos Carneiro, em Jaguariaíva, que ingressou na rede de instituições de ensino que fazem parte do projeto este ano. Sob a coordenação da professora Franciele Schultz Mainardes, os alunos puderam conhecer como serão desenvolvidas as atividades do Vamos Ler – Geração Digital em sala de aula.

Com apoio do Jornal da Manhã, material utilizado para estudar a mídia em Jaguariaíva, a professora apresentou as estruturas da plataforma imprensa. “Os alunos manusearam o jornal e leram as notícias de seu interesse. Cada grupo recortou notícias, manchetes, fotolegendas, entretenimento, jogos, etc., e criaram o seu jornal com base nos exemplares utilizados”, explica a professora.

Esta atividade remonta a outras produções em sala de aula nos Campos Gerais que destacam a importância de inserir este meio tão tradicional para alunos que pouco tiveram contato com o impresso. “Os alunos criaram, também, o nome do seu jornal, e-mail, com data, número do exemplar e ano. Muitos deles produziram as notícias com suas próprias palavras. O trabalho realizado com o jornal estimulou a criatividade e o gosto pela leitura e pela produção de texto”, completa Franciele.

Quer saber mais sobre a atividade da Escola Carlos Carneiro? Acesse o blog escolar clicando aqui  e confira a galeria completa.

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização