Relatos mostram o que alunos gostariam de ser no circo

Vamos Ler

05 de setembro de 2017 10:40

Dhiego Tchmolo

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Dia da Consciência Negra é tema em escola de Imbituva

Redação em Imbituva propõe táticas para evitar o bullying

Vamos Ler e IMM fecham parceria por mídia e educação

Ervas medicinais viram entrevista em escola de Imbituva
Quinto ano desenvolve cinco atividades com o Jornal da Manhã
Turma cria espaço coletivo para acesso à leitura
Obra de Monteiro Lobato é destaque na Expocultura
Gráficos e desenhos também foram expostos/Divulgação
PUBLICIDADE

Atividade foi desenvolvida na Escola José Pedro Cleto, em Jaguariaíva. Mágico, domador, palhaça, ginasta e bailarina estão entre as escolhas.

Você já conferiu no Vamos Ler – Geração Digital a produção do 5º ano da Escola Municipal José Pedro Cleto, em Jaguariaíva, sobre o circo. Baseado em um anúncio publicado no Jornal da Manhã no mês passado, a professora Luciana Freitas pode explorar a criatividade dos estudantes através de produções como textos, gráficos e desenhos.

A atividade, que despertou variados sentimentos devido ao circo que esteve presente no município, rendeu produções que mostram como os estudantes entendem o tema.

RELEMBRE: Circo desenvolver imaginário dos estudantes

Com a pergunta ‘ o que você gostaria de ser num circo e por quê?’, os alunos puderam viajar através de suas imaginações e colocar suas anotações no papel. As produções de alguns estudantes você pode conferir abaixo. As escolhas variaram e apresentaram os vários artistas circenses que fazem parte do espetáculo realizado no picadeiro.

Para ter acesso a todas as obras, acesse o blog escolar da Escola José Pedro Cleto através deste link.

Os textos não apresentam autores.

Desafiante do globo da morte

“Eu, se pudesse, queria ser uma motoqueira do globo da morte. Depois que eu fui no circo, não tirei a ideia de ser motoqueira e de andar no globo da morte. É muito legal e perigoso”.

Lidando com os perigos

“Eu seria domador, porém amo muito eles e eu não demonstro medo para eles, seja qual animal for. Além disso, eu teria o maior prazer de ser domador. Mas, porém, não sei direito como é um domador, mas imagino ser legal”.

Fazendo rir...

“Eu gostaria de ser a palhaça, porque eu acho que ser uma palhaça é legal”.

... e surpreendendo

“Eu queria ser um mágico, porque ele faz coisas surpreendentes, são elegantes e surpreendentes”.

Mostrando onde chega nosso corpo

“Um dia eu imaginei que eu era contorcionista. Você sabe o que é contorcionista? É uma pessoa que se estica bastante e cabe dentro de uma caixa pequena. Um dia, na TV, eu vi uma mulher contorcionista, ela fez bastante ginástica. Eu queria ser isso porque é divertido de se fazer e, também, a gente faz exercícios”.

Dedicação

“Se eu trabalhasse no circo, eu iria ser de uma profissão que admiro. Eu iria ser uma bailarina, porque ela parece uma folha de papel dançando. Eu vejo cada passo dela, dançando perfeitamente. Por isso eu queria ser ela”.

Trabalhando o corpo

“Eu queria ser uma ginasta em um circo. Porque uma ginasta pode fazer um monte de posição, com seu corpo tipo uma ponta, abertura, abertura de pé e muitas posições que você imagina”.

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização