Classificados desenvolvem práticas da linguagem

Vamos Ler

04 de setembro de 2017 13:15

Dhiego Tchmolo

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Dia da Consciência Negra é tema em escola de Imbituva

Redação em Imbituva propõe táticas para evitar o bullying

Vamos Ler e IMM fecham parceria por mídia e educação

Ervas medicinais viram entrevista em escola de Imbituva
Quinto ano desenvolve cinco atividades com o Jornal da Manhã
Turma cria espaço coletivo para acesso à leitura
Obra de Monteiro Lobato é destaque na Expocultura
Alunos produziram seus próprios anúncios/Divulgação
PUBLICIDADE

Recurso utilizado através do Jornal da Manhã foi realizado no 5ºA da Escola Prefeito Aristides Soares, em Jaguariaíva.

Os jornais impressos contêm uma série de editorias que buscam informar os seus leitores acerca dos acontecimentos que acontecem na região, no país e no mundo. Contudo, no meio das informações jornalísticas, há um segmento comercial que interessa a muitas pessoas: são os classificados. Desde os anúncios de compra e venda até as ofertas de emprego, esta parte dos impressos tem significativo valor devido a capacidade de possibilitar o comércio entre duas pessoas interessadas – uma em vender, outra em comprar.

Foi este segmento do jornal que a professora Suzana Melo da Silva, do 5º A da Escola Municipal Prefeito Aristides Soares, em Jaguariaíva, utilizou para trabalhar com os alunos em sala de aula. Munidos de edições do Jornal da Manhã, a atividade realizada na última quarta-feira (25), redundou em trabalhos com recortes, interpretações e produções.

“A produção de texto é uma prática social de linguagem.  Isso significa que, para participar ativamente da sociedade, como cidadãos da cultura escrita, precisamos ser capazes de escrever textos”, aponta Suzana ao explicar os caminhos que levaram a atividade até a sala de aula. Com os recortes e a colagem do anúncio escolhido nos cadernos de cada aluno, eles puderam trabalhar e desenvolver sua capacidade de escrita – e, claro de criatividade.

“Por que ensinar os alunos a produzirem textos? Porque um dos objetivos da escola é formar cidadãos capazes de utilizar a escrita com eficácia e que tenham condições de assumir a palavra, inclusive por escrito, para participar ativamente das diferentes esferas de comunicação existentes na sociedade.  Partindo dessa ótica, cada aluno produziu o seu texto”, completa a professora.

Entre as produções está a do aluno Bruno Otávio Natalício Gomes, que utilizou de vários elementos para criar seu próprio anúncio. Na descrição em seu caderno, ele criou o seguinte anúncio fictício:

Vende-se

Mercado Real

Instrumentos musicais como: bateria, sanfona, violão, etc. Todos na promoção com 50% de desconto à vista. Mercado Real, na frente do Ipiranga, Rua das Andorinhas, nº 335. Ou compre de uma forma prática e rápida, ligue nesse número: (43) 996823959. Favor tratar com Bruno”.

O segundo semestre segue em Jaguariaíva com a produção das instituições de ensino. Clicando aqui você tem acesso a todos os trabalhos realizados no 5ºA da Escola Prefeito Aristides Soares.

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização