Previs?o do tempo
   
Oficinas capacitam professores

Vamos Ler

11 de março de 2017 18:15

Dhiego Tchmolo

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Kaingangs visitam escola em comemoração ao Dia do Índio

Cultura indígena é tema de exposição em PG

Escola de Imbituva apresenta combate ao bullying

Valorização do próximo é tema no Dia do Índio
Atividades esportivas resgatam a importância de ser criança
Escola de Imbituva tem trabalho sobre compostagem
Leitura em Imbituva envolve pais e alunos
PUBLICIDADE

Novo formato do Vamos Ler foi apresentado às professoras que avaliaram positivamente o programa.

Para a capacitação dos professores, coordenadores pedagógicos e diretores das escolas parcerias do Vamos Ler – Geração Digital em 2017, a coordenação do programa realizou três das cinco oficinas de capacitação nos últimos dias. A primeira cidade a receber a apresentação sobre a forma de trabalho e diretrizes do programa neste ano foi Jaguariaíva, onde mais de 20 professores estiveram presentes no Cine Teatro Valéria Luercy.

Em seguida, Carambeí, com representantes de quatro escolas do período vespertino, recebeu os passos que serão trabalhados neste ano. Posteriormente, outra oficina foi realizada no município, com outras quatro profissionais pedagógicas do período da manhã, que puderam esclarecer dúvidas e alinhar com o Vamos Ler. Ambos os eventos foram realizados na Secretária de Educação de Carambeí.

Encerrando as oficinas realizadas até o momento, foi a vez de Ponta Grossa, com mais de 30 pessoas, receber a apresentação do Vamos Ler – Geração Digital, no Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado (CMAEE), antiga Usina do Conhecimento, no período da tarde. O alinhamento e os objetivos a serem desenvolvidos foram alinhados com os professores que puderam esclarecer dúvidas e fazer apontamentos.

“A nossa expectativa enquanto Secretária de Educação é que tudo aconteça da melhor forma possível. Da forma como nos foi colocado (a apresentação da oficina) é bastante interessante e importante para o desenvolvimento do currículo da nossa rede municipal de ensino”, comenta a coordenadora do projeto em Jaguariaíva, Andréia Valentim.

Para a assessora pedagógica do Ensino Fundamental do município, Prescila Matioski, as oficinas contribuem tanto para o professor quanto para o aluno que estará integrado ao programa. “Acredito que vai ser mais um recurso a somar para a prática dos docentes na sala de aula, além de ser um fator de muita motivação para os alunos, onde vão se interessar muito mais para produzir textos a partir do que eles vão receber no material”.

Em Ponta Grossa, a oficina serviu para que os professores pudessem ter contato direto com a nova proposta do programa. Várias dúvidas foram levantadas e a definição de escolas por semestre foi definida. Problemas técnicos que as escolas enfrentariam foram resolvidos com esclarecimentos sobre as diretrizes do Vamos Ler neste ano.

Para a coordenadora do projeto em Ponta Grossa, Cláudia Daniela Coneglian, a importância do projeto se faz com os alunos produzindo e vendo o que foi desenvolvido dentro de sala de aula alcançar mais pessoas. “As professoras são extremamente criativas, o que irá contribuir para ajudar as crianças, que irão melhorar sua autoestima, fazendo algo que aparece para a sociedade”.

Questionada sobre qual é o principal papel do programa em 2017, Cláudia aponta que é a familiaridade dos estudantes com as plataformas utilizadas. “Trabalhar nesse modelo do Vamos Ler é extremamente importante para as crianças, pois eles estão inseridos nos meios digitais. Aqueles que não tem acesso passarão a ter”, completa.

Professoras relatam dificuldades

Durante as oficinas realizadas nos três municípios - Carambeí, Ponta Grossa e Jaguariaíva - muitos professores apontaram que suas escolas sofrem com dificuldades técnicas, principalmente pela falta de acesso à internet. Muitas vezes, o problema é agravado quando não há nem computadores disponíveis para os professores ou quando há apenas um para ser compartilhado entre vários docentes. “Temos um computador para dividir entre todo mundo com apenas duas horas reservadas as atividades fora da sala de aula”, relata uma das professoras. Segundo as Secretarias da região, os problemas já foram recebidos e devem ser resolvidos gradativamente. “Esperamos que nos próximos anos possamos ter acesso à internet para podemos desenvolver melhor o projeto”, relata outra docente.

Próximas oficinas

O Vamos Ler - Geração Digital conclui as oficinas nesta semana. Na segunda-feira (13), a apresentação ocorrerá em Tibagi, no período da noite. E, na terça-feira (14), o programa encerra a capacitação dos professores com a oficina que será ministrada na Secretaria de Educação de Imbituva.

PUBLICIDADE
COMENTÁRIOS
AVISO: O portal aRede não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site.
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização