Rc Entrevista – Thais Agottani Cury

RC Coluna

17 de junho de 2017 01:54

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Coluna RC desta sexta-feira (23/06)

Coluna RC desta quinta-feira (22/06)

Coluna RC desta quarta-feira (21/06)

Coluna RC desta terça-feira (20/06)
Rc Entrevista – Thais Agottani Cury
Coluna RC desta quinta-feira (15/06)
Coluna RC desta quarta-feira (14/06)
PUBLICIDADE

Uma mulher que aprendeu a vencer na vida pelos próprios méritos. É assim que se define a entrevistada da coluna RC especial do mês de junho, Thais Agottani Cury. A mulher prática que acredita que as dificuldades devem ser encaradas como degraus para o sucesso. É dona de uma energia incansável e uma beleza que salta aos olhos. Focada no pensamento positivo contínuo, ela renova as esperanças e crê que ao acordar em um bonito dia, é com otimismo e garra que se há de vencer. Como uma das grandes fornecedoras de eventos, Thais e sua equipe da Princess consolidam seu nome e seu trabalho no segmento e ela segue supervisionando pessoalmente cada detalhe garantindo a excelência que lhe é tão reconhecida. Num ensaio especialmente realizado na mansão Miranda, a classe e elegância da nossa diva do mês pelas lentes do mago Laertes Soares. Confira:

 

RC - Thais, como você cuida do corpo? Existe um segredo para se sentir bem?
Thais - O cuidar do corpo, na minha concepção, não significa apenas prestar atenção na parte estética. Eu encaro esse “cuidar do corpo” como qualidade de vida. Não sou neurótica com dietas  mais tento manter uma rotina regrada na alimentação e prático exercícios aeróbicos com certa frequência. Entre minhas paixões está o Muay Thai. Quando estou me exercitando, consigo esquecer dos problemas, ampliando meus horizontes. E essa possibilidade faz com que eu possa me sentir bem. Neste estado, tudo flui da melhor maneira possível, refletindo em diferentes aspectos da vida. É holístico, eu diria.

RC-No seu ofício há sempre uma exigência de fazer um grande espetáculo, como você conduz sua empresa a tanto tempo no mercado?
Thais - Primeiro de tudo com seriedade. Lidamos com momentos especiais das pessoas e a expectativa é que eles se eternizem. A partir desse comprometimento, buscamos sempre estar antenados em tudo que há de mais novo no mercado. Aliar todos esses aspectos e conduzir uma equipe com maestria depende também do amor que você aplica no que faz. E eu sou uma apaixonada pelo que faço. Não me vejo fazendo outra coisa. A alegria e o muito obrigado ao final de cada evento realizado vale todo o suor, preocupação e nervosismo despendido para que tudo saia impecável.

RC - Como você equilibra a rotina estressante e puxada de profissional de sucesso e a vida familiar? Sobra tempo para os cuidados pessoais? Qual é sua válvula de escape?
Thais - Família é pilar, é porto seguro. Pode parecer clichê, mas para quem recorremos nas horas mais difíceis? Às vezes parece que nosso dia precisaria ter 48 horas, por exemplo. Mas quando pensamos em quem deixamos em casa, por quem acordamos todos os dias, os medos e angústias acabam rapidamente. E a minha válvula de escape é também uma família, só que uma que eu pude escolher. Falo isso, pois as amizades que venho cultivando nesta vida fazem com que cada minuto tenha um valor imensurável.

RC - Se a Thais fosse se apresentar para a Thais? O que ela diria?
Thais - Uma mulher que aprendeu a vencer na vida pelos próprios méritos. Uma pessoa que acredita que as dificuldades devem ser encaradas como degraus para o sucesso. Pensamento positivo atrai coisas boas e essa é uma das minhas filosofias. Essa Thais sempre acorda e pensa: tem um dia lá fora te esperando, um sol para ser feliz. Cara amarrada não ajuda em nada.

RC - Assídua prestadora de serviço de eventos, o que você acredita que mudou e melhorou na cidade nesse segmento?
Thais - Houve um refinamento na procura pelo serviço. Esse aumento na exigência por parte dos clientes fez com que apenas as empresas bem estruturadas e com comprometimento se fixassem. Como eu ressaltei anteriormente, trabalhamos com sonhos. Isso não é brincadeira.

RC - Um ponto alto e um ponto baixo da cidade?

Thais -  Como sou totalmente positiva, penso sempre em coisas boas, não gosto de falar em pontos baixos. Reconheço que a cidade precisa melhorar em alguns aspectos. Mas estamos vivendo um momento ímpar. Um desenvolvimento que é referência não só para o Estado, como para o país. Certamente isso só trará ganho para a nossa gente. 

Staff:

Fotografa: Laertes Soares

Roupas: Terrazen

Sapatos: Arezzo

Acessórios: Michelle Taques

Make Up: Lucas Rodrigues

Direção Geral: Rômulo Cury

PUBLICIDADE
COMENTÁRIOS
AVISO: O portal aRede não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site.
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização