X
aRede aRede
(X)
Publicidade

Ponta Grossa

Presidente decidiu acionar forças de segurança para debloquear rodovias. Em PG e região não há pontos de bloqueio Foto: Imagem: Divulgação
Afonso Verner | Ponta Grossa | 25/05/2018 as 20:00h

Temer recorre à força e deputados de PG reagem

O governo federal autorizou o uso de forças federais de segurança para liberar as rodovias bloqueadas pelos caminhoneiros caso as estradas não sejam desbloqueadas pelo movimento. O anúncio foi feito na tarde de sexta-feira pelo presidente Michel Temer (MDB), em pronunciamento no Palácio do Planalto. A decisão foi tomada após reunião no Gabinete de Segurança Institucional (GSI), que contou com a participação de ministros e do presidente.

"Quero anunciar um plano de segurança imediato para acionar as forças federais de segurança para desbloquear as estradas e estou solicitando aos governadores que façam o mesmo. Não vamos permitir que a população fiquem sem os gêneros de primeira necessidade, que os hospitais fiquem sem insumos para salvar vidas e crianças fiquem sem escolas. Quem bloqueia estradas de maneira radical será responsabilizado. O governo teve a coragem de dialogar, agora terá coragem de usar sua autoridade em defesa do povo brasileiro." 

Na quinta-feira (24), os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Eduardo Guardia (Fazenda) e Carlos Marun (Secretaria de Governo) anunciaram acordo para suspensão dos protestos da categoria por 15 dias, quando as partes voltarão a se reunir. No entanto, na sexta-feira (25) a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que ainda não registra desmobilização de pontos de manifestação de caminhoneiros nas rodovias do país.

A decisão de suspender a paralisação, porém, não é unânime. Das 11 entidades do setor de transporte, em sua maioria caminhoneiros, que participaram do encontro, duas delas, a União Nacional dos Caminhoneiros (Unicam) e a Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), que representa 700 mil trabalhadores, recusaram a proposta. Em Ponta Grossa e nos Campos Gerais, por exemplo, todos os pontos de mobilização seguiam ativos e sem previsão de fim da greve.

A decisão de Temer em usar a força causou repercussão e polêmica no meio político. Os deputados federais Sandro Alex (PSD) e Aliel Machado (PSB) reagiram ao anúncio com duras críticas.

“Desastrosa e equivocada”, diz Sandro Alex sobre decisão de Temer

O deputado federal Sandro Alex (PSD) divulgou um vídeo em que faz duras críticas a decisão do presidente Michel Temer (PMDB) em mobilizar o Exército, Força Nacional, Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal (PRF) para liberar as rodovias bloqueadas pelo protesto dos caminhoneiros e transportadores. “Estou visitando os caminhoneiros e não há bloqueio nas estradas”, disse Sandro.  

O deputado federal classificou a declaração de Temer como “desastrosa e equivocada”. “Os caminhoneiros estão unidos em um objetivo legítimo. Quem saiu da mesa de negociação foi o Governo Federal, quando deixou de discutir uma redução na alíquota de PIS e COFINS. Essa reação do Governo é um ato de violência contra uma manifestação que é pacífica e tem o apoio da maioria absoluta da população”, explicou Sandro.

“Estamos do lado de quem tem razão”, diz Aliel

O deputado federal Aliel Machado (PSB) esteve nesta sexta-feira (25) junto com os caminhoneiros em Telêmaco Borba e Imbaú, na região dos Campos Gerais. O parlamentar reforçou o apoio ao movimento pela luta justa e criticou a forma como o governo de Michel Temer (MDB) vem tratando a categoria.  "É uma falta de respeito deste governo com toda a sociedade. Estamos do lado de quem razão de sobra pra protestar. Temos uma luta em comum, que é a redução do preço dos combustíveis", disse Aliel. O deputado já havia se manifestado esta semana e lembrado da ação em que é um dos autores (vencida em primeira instância) e que está há quase um ano parada na Justiça, onde questiona o reajuste do PIS-Cofins que encareceu o litro do combustível. Aliel pede agilidade no julgamento.


Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Campos Gerais 23/03/2019 ás 17:58h
Ponta Grossa 23/03/2019 ás 17:25h
Cotidiano 23/03/2019 ás 16:34h
Vamos Ler 23/03/2019 ás 16:13h
Cotidiano 23/03/2019 ás 15:56h
Ponta Grossa 23/03/2019 ás 11:33h
Publicidade

VÍDEOS

Ponta Grossa | 22/03/2019 ás 10:12h

Andarilhos brigam por causa de comida e bebida em PG

Ponta Grossa 22/03/2019 ás 08:11h
Campos Gerais 19/03/2019 ás 11:03h
Publicidade

PONTA GROSSA

Ponta Grossa | 23/03/2019 ás 10:45h

Evento beneficente realiza vivência em saúde infantil

Ponta Grossa 23/03/2019 ás 09:02h
Ponta Grossa 22/03/2019 ás 18:28h
Publicidade

COTIDIANO

Cotidiano | 23/03/2019 ás 10:56h

Incêndio destrói bar e residência em Porto Amazonas

Cotidiano 22/03/2019 ás 20:35h
Cotidiano 22/03/2019 ás 20:30h
Cotidiano 22/03/2019 ás 20:18h
Publicidade

CAMPOS GERAIS

Campos Gerais | 23/03/2019 ás 08:39h

PM apreende drogas e armas em Castro

Campos Gerais 22/03/2019 ás 20:32h
Campos Gerais 22/03/2019 ás 14:08h
Campos Gerais 22/03/2019 ás 13:38h
Campos Gerais 22/03/2019 ás 13:25h
Publicidade

MIX

Mix | 22/03/2019 ás 16:29h

Zé Neto & Cristiano reúne 35 mil espectadores em Telêmaco

Mix 22/03/2019 ás 10:57h
Publicidade

ESPORTE

Esporte | 22/03/2019 ás 13:16h

Fora de casa, NBPG encara o Brusque pelo ‘Brasileirão’

Publicidade

INSANA

Insana | 22/03/2019 ás 12:26h

Homem diz ter achado rato em lata de refrigerante

Publicidade

VAMOS LER

Vamos Ler | 23/03/2019 ás 17:45h

Reencontro é tema de atividade na Escola Evangélica

AGRONEGÓCIO

Agronegócio | 21/03/2019 ás 15:42h

PG sedia reunião de pré-assembleia do Sistema Ocepar

Publicidade

ROMULO CURY

RC Coluna | 23/03/2019 ás 00:05h

Coluna RC deste sábado (23/03)

BOM DIA ASTRAL

Bom Dia Astral | 23/03/2019 ás 00:05h

Confira seu horóscopo para este sábado (23/03)

EMPREGOS

Empregos | 22/03/2019 ás 00:05h

Vagas na agência do Trabalhador para esta sexta-feira (22/03)

Publicidade

MAIS LIDAS

Cotidiano | 21/03/2019 ás 08:25h

Dirigir com CNH suspensa ou cassada não é mais crime

Ponta Grossa 21/03/2019 ás 13:28h
Ponta Grossa 21/03/2019 ás 10:50h
Ponta Grossa 21/03/2019 ás 18:19h
Publicidade
Publicidade