Secretários de Rangel serão ouvidos pela CEI da München

Ponta Grossa

14 de novembro de 2017 19:32

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Bandidos fazem arrastão em loja no centro da cidade

Rapaz usa tesoura para assaltar panificadora

Homem cai de moto e morre atropelado em rodovia de PG

Unicesumar entrega novo campus com 39 cursos
Cade aprova a aquisição da Masisa pela Arauco
Aeroporto receberá investimentos de locadoras neste ano
Quatro vilas ficam sem água nesta quarta-feira
/Imagem: Kauter Prado / CMPG
PUBLICIDADE

Em reunião nesta terça-feira (14), os membros da Comissão Especial de Investigação (CEI) da 28ª Münchenfest deliberaram por convidar o presidente da Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte (AMTT), Roberto Pelissari, e o secretário de Cidadania e Segurança Pública de Ponta Grossa, Ary Lovato, para serem ouvidos no dia 21 de novembro. Os dois prestarão depoimentos que devem esclarecer questões referentes aos gastos públicos da Prefeitura na organização da festa.

A CEI é presidida pelo vereador Ricardo Zampieri (SD) e formada por outros quatro parlamentares: Sargento Guiarone (PROS), Celso Cieslak (PRTB), George de Oliveira (PMN) e Pastor Ezequiel Bueno (PRB). A comissão ainda investiga, por exemplo, ps gastos com água e energia elétrica durante a realização do evento. Dentre os pontos atentados pela investigação está também o cumprimento do edital do evento.

Na reunião de terça-feira (14), os membros deliberaram por uma das frentes de trabalho, que é relacionada à segurança da festa. Os líderes do Poder Executivo convocados pela CEI prestarão esclarecimentos em relação ao efetivo utilizado no evento, além das horas extras pagas para os guardas municipais e agentes de trânsito. “O número de profissionais direcionados para a festa é grande, queremos saber se os departamentos que atendem a festa tem a estrutura adequada para isso e, principalmente, se a cidade não sai prejudica e acaba ficando desguarnecida”, explica Zampieri.

Autor do pedido de criação da CEI, Ricardo Zampieri (SD) acredita que o objetivo da comissão é auxiliar o bom funcionamento da festa e trazer transparência aos gastos para a execução da Münchenfest, principalmente em relação ao dinheiro público investido. “O objetivo é obter uma conclusão o mais rápido possível e começar a repassar à comunidade os resultados conquistados, de forma transparente e, acima de tudo, preventiva, em relação à festa que começa já no próximo mês”, garante o presidente da CEI.

As informações são da assessoria. 

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização