'Buraco da Lacraia' encerra 45º Fenata na quinta-feira

Ponta Grossa

14 de novembro de 2017 18:40

Stiven de Souza

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Audiência Pública vai debater licitação de aterro em PG

Idoso é preso por suspeita de tráfico em PG

“O transporte coletivo está à beira do colapso”, diz Helmiro Bobeck

Secretário se revolta com lixo e 'quebra tudo'
Pontos turísticos de PG estampam materiais escolares
“Justiça foi feita”, comemora Dr. Zeca após decisão
Justiça inocenta Dr. Zeca e valida maior votação da história
/Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

O espetáculo ‘Buraco da Lacraia Ópera House’, do Rio de Janeiro (RJ), encerra a 45ª edição do Festival Nacional de Teatro (Fenata), nesta quinta-feira (16), no Cine Teatro Ópera. A noite de premiação dos melhores do festival inicia às 20 horas. A promoção é da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG, por meio da Diretoria de Assuntos Culturais da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Culturais (Proex/DAC), com suporte da Fundação de Apoio à UEPG (FAUEPG) e patrocínio oficial da CCR-RodoNorte, empresas e órgãos públicos municipais e estaduais.

Durante os 11 dias, a comissão julgadora avaliou as performances dos grupos para apontar os melhores nas categorias adulto e infantil/bonecos/animação (mostra competitiva). A comissão é formada pelo diretor Antoninho do Vale; a atriz e dramaturga Antônia Pereira Bezerra; o ator Dejayr Ferreira; a artista multiplataforma Leonarda Glück; e pela atriz Maite Schneider. Serão premiados o melhor espetáculo de cada categoria; melhores ator, atriz, ator e atriz coadjuvantes, direção, cenografia, figurino, maquiagem, iluminação, sonoplastia e texto original, além do melhor espetáculo apontado pelo júri popular.

O programa desta quinta-feira inicia às 14h, com o espetáculo ‘Paco e o Tempo’, do grupo Gestopatas, do Rio de Janeiro (RJ), na mostra de teatro infantil/bonecos/animação. Texto e direção são de Cecília Ripoll. Paco vive cheio de perguntas e curiosidades, sobre o tempo. Angustiando por estar sempre atrasado, decide que precisa conhecer o tempo, partindo para uma jornada cheia de surpresas, perigos e novidades. A encenação se utiliza de bonecos, máscaras e formas animadas, para abordar as relações de afeto que vão sendo estabelecidas ao longo da história.

A peça de encerramento do festival (hors concours), Buraco da Lacraia Opera House, é assinada pela diretora Letícia Guimarães, além de contar com produção executiva de Thamires Trianon e Luiz Orofino. Trata-se de um musical inspirado nas grandes casas de ópera, nos templos de expressão artística do mais alto padrão de requinte e estética. Com humor e deboche, faz críticas a temas da atualidade. O repertório é baseado nas músicas de videokê (clássicos da música brasileira e internacional).

Além de cantar, os atores também se utilizam da técnica ‘lipsync’, a dublagem dominada por transformistas e dragqueens, para viajar da Ópera de Paris até a Ópera Chinesa. O espetáculo conta com uma versão de ‘O Fantasma da Ópera’, seguida pela clássica ópera ‘Carmen’. Passam ainda por micaretas e pela música gospel. A cantora Simone Mazzer faz uma espécie de ‘prólogo’ para a apresentação do Buraco da Lacraia, preparado a plateia para a sequência do show. Mazzer é conhecida do público ponta-grossense, tendo feito o show de encerramento do 29º Festival Universitário da Canção (FUC), em 2016. 

A programação do festival pode ser acessada no endereço www.uepg.br/fenata. Os ingressos podem ser adquiridos online pelo https://www.eventbrite.com.br/d/brazil--ponta-grossa/fenata/?mode=search.

PUBLICIDADE
MIX - 21/02/2018 02:14h

Vinícius é morto no presídio

Beth se junta à comemoração de Clara e todos estranham seu comportamento. Adinéia pede para Samuel ...

 
0
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização