'Buraco da Lacraia' encerra 45º Fenata na quinta-feira

Ponta Grossa

14 de novembro de 2017 18:40

Stiven de Souza

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Jovem morto foi recordista do vestibular da UEPG

Rangel sanciona política que incentiva participação de jovens na política

Prefeitura irá normalizar trânsito na Comendador Miró ainda hoje

Unicesumar inaugura hoje campus em PG
Fio em via pública provoca acidente no Nova Rússia
Acontece hoje em PG a exposição "Features”
'Planejamento' finaliza projetos de revitalização de ruas centrais
/Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

O espetáculo ‘Buraco da Lacraia Ópera House’, do Rio de Janeiro (RJ), encerra a 45ª edição do Festival Nacional de Teatro (Fenata), nesta quinta-feira (16), no Cine Teatro Ópera. A noite de premiação dos melhores do festival inicia às 20 horas. A promoção é da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG, por meio da Diretoria de Assuntos Culturais da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Culturais (Proex/DAC), com suporte da Fundação de Apoio à UEPG (FAUEPG) e patrocínio oficial da CCR-RodoNorte, empresas e órgãos públicos municipais e estaduais.

Durante os 11 dias, a comissão julgadora avaliou as performances dos grupos para apontar os melhores nas categorias adulto e infantil/bonecos/animação (mostra competitiva). A comissão é formada pelo diretor Antoninho do Vale; a atriz e dramaturga Antônia Pereira Bezerra; o ator Dejayr Ferreira; a artista multiplataforma Leonarda Glück; e pela atriz Maite Schneider. Serão premiados o melhor espetáculo de cada categoria; melhores ator, atriz, ator e atriz coadjuvantes, direção, cenografia, figurino, maquiagem, iluminação, sonoplastia e texto original, além do melhor espetáculo apontado pelo júri popular.

O programa desta quinta-feira inicia às 14h, com o espetáculo ‘Paco e o Tempo’, do grupo Gestopatas, do Rio de Janeiro (RJ), na mostra de teatro infantil/bonecos/animação. Texto e direção são de Cecília Ripoll. Paco vive cheio de perguntas e curiosidades, sobre o tempo. Angustiando por estar sempre atrasado, decide que precisa conhecer o tempo, partindo para uma jornada cheia de surpresas, perigos e novidades. A encenação se utiliza de bonecos, máscaras e formas animadas, para abordar as relações de afeto que vão sendo estabelecidas ao longo da história.

A peça de encerramento do festival (hors concours), Buraco da Lacraia Opera House, é assinada pela diretora Letícia Guimarães, além de contar com produção executiva de Thamires Trianon e Luiz Orofino. Trata-se de um musical inspirado nas grandes casas de ópera, nos templos de expressão artística do mais alto padrão de requinte e estética. Com humor e deboche, faz críticas a temas da atualidade. O repertório é baseado nas músicas de videokê (clássicos da música brasileira e internacional).

Além de cantar, os atores também se utilizam da técnica ‘lipsync’, a dublagem dominada por transformistas e dragqueens, para viajar da Ópera de Paris até a Ópera Chinesa. O espetáculo conta com uma versão de ‘O Fantasma da Ópera’, seguida pela clássica ópera ‘Carmen’. Passam ainda por micaretas e pela música gospel. A cantora Simone Mazzer faz uma espécie de ‘prólogo’ para a apresentação do Buraco da Lacraia, preparado a plateia para a sequência do show. Mazzer é conhecida do público ponta-grossense, tendo feito o show de encerramento do 29º Festival Universitário da Canção (FUC), em 2016. 

A programação do festival pode ser acessada no endereço www.uepg.br/fenata. Os ingressos podem ser adquiridos online pelo https://www.eventbrite.com.br/d/brazil--ponta-grossa/fenata/?mode=search.

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização