Defesa apresenta simulação para inocentar Spinardi

Ponta Grossa

13 de novembro de 2017 17:04

Stiven de Souza

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Bandidos fazem arrastão em loja no centro da cidade

Rapaz usa tesoura para assaltar panificadora

Homem cai de moto e morre atropelado em rodovia de PG

Unicesumar entrega novo campus com 39 cursos
Cade aprova a aquisição da Masisa pela Arauco
Aeroporto receberá investimentos de locadoras neste ano
Quatro vilas ficam sem água nesta quarta-feira
PUBLICIDADE

O julgamento de Paulo Spinardi, acusado de matar a jovem Cíntia de Souza em 2015, começa às 8h30 desta terça-feira (13). Spinardi será submetido a júri popular e julgado por três crimes: homicídio triplamente qualificado, por motivo torpe, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima, e também por ocultação de cadáver e fraude processual.

Apesar das acusações, a defesa do réu busca a absolvição dos crimes e alega que, em nenhum momento, ficou comprovado no inquérito que Spinardi teria jogado a então ex-namorada na fenda do São Jorge. Segundo o advogado Renato Tauille, Cíntia teria caído ao tentar empurrar Spinardi durante uma discussão à beira da fenda. Tauille alega, ainda, que ficou comprovado na investigação que as pedras se soltaram durante a queda sobre a vítima. 

Para reforçar esta tese, os advogados vão apresentar uma simulação do caso aos jurados nesta terça-feira. O portal aRede teve acesso à animação preparada pela defesa (veja acima). 

Além da animação, pelo menos duas testemunhas serão levadas para depoimento durante o júri, entre elas um técnico que participou das perícias no local da morte e a mãe do réu. 


PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização