PRF combate exploração sexual de crianças e adolescentes

Ponta Grossa

12 de outubro de 2017 12:30

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Rapaz tem dedo decepado durante briga em PG

Corpo é achado enrolado em lonas em matagal

Caixa abre em horário especial para o ‘Quita Fácil’

Lojas do comércio de rua de PG abrem neste domingo
Grupo ‘4 Amigos’ se apresenta neste domingo em PG
UEPG sedia 1º Simpósio da Lei de Acesso à Informação
Lançamento do Anuário do Direito reúne autoridades da região
Operação Domiduca foi realizada na região de Ponta Grossa entre a noite de quarta e madrugada de quinta-feira/Divulgação/PRF
PUBLICIDADE

Operação Domiduca foi realizada na região de Ponta Grossa entre a noite de quarta e madrugada de quinta-feira

Após levantamentos realizados pela área de inteligência da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o Núcleo de Operações Especiais (NOE/PR) realizou abordagens a pessoas em risco social e alguns locais com indícios de exploração sexual infantil. As abordagens foram realizadas ao longo da Avenida Souza Naves (trecho urbano da BR-373) e Presidente Kennedy (trecho urbano da BR-376) na área urbana de Ponta Grossa.

Ao todo foram fiscalizados seis estabelecimentos e 42 pessoas. Além de buscas nos locais, foram verificadas as documentações exigidas por lei, realizado buscas minuciosas e usado cães de faro na busca por armas e drogas. Não foram encontradas crianças ou adolescentes nestes locais durante a operação.

Os responsáveis pelos estabelecimentos foram orientados a cobrar das frequentadoras suas identidades para evitar a entrada de crianças e adolescentes.

A PRF realiza o monitoramento constante das rodovias a partir de dados levantados no projeto Mapear. Desde a primeira edição, estas ações contribuíram para redução da exploração sexual de crianças e adolescentes ao longo das rodovias federais da Região.

Informações Polícia Rodoviária Federal.

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização