PM encontra 'contabilidade' do tráfico em PG

Ponta Grossa

13 de setembro de 2017 07:34

Gabriel Sartini

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

ONG de PG requer voto seja impresso nas eleições de outubro

'Escolinha' busca doações de chuteiras para crianças carentes em PG

Dono ouve o barulho do carro e percebe que veículo foi furtado

Motorista bêbado é preso após acidente em Uvaranas
Pedreiro retira lixo jogado no Lago de Olarias
Dupla cai de moto e é presa pela PM com maconha no Costa Rica
Capotamento deixa trânsito lento na Souza Naves
Além do caderno com anotações, quase um quilo de drogas foi apreendido/Divulgação/PM
PUBLICIDADE

Materiais foram encontrados durante a tarde em residência no Jardim Atlanta, em Ponta Grossa; caderno traz nomes dos clientes de traficantes

Um dia depois de retirar uma grande quantidade de drogas das ruas de Ponta Grossa, a Polícia Militar conseguiu desmontar mais um ponto de tráfico na cidade. A ação foi desencadeada após denúncia de tráfico de drogas na rua Pedro Leminski, no Jardim Atlanta, e acabou com duas pessoas presas. Quase um quilo de droga foi apreendido durante a operação, que teve início por volta das 16h.

Ao averiguar as denúncias, os policiais encontraram 30 pedras de crack com um rapaz de 20 anos. Na casa onde ele estava, havia um homem de 36 anos que confessou ter acabado de fumar uma pedra. Os policiais procuraram mais drogas na casa e encontraram 835 gramas de maconha, 50 gramas de crack e 15 gramas de cocaína – foram mais de 900 gramas de drogas, em um valor estimado que superar os R$ 600.

Ainda na residência no Jardim Atlanta, os policiais apreenderam também uma balança de precisão e um caderno que traz toda a contabilidade do tráfico, com nomes dos ‘clientes’ e valores pagos e devidos por parte deles. Todo o material encontrado na casa foi apreendido e encaminhado para a delegacia da Polícia Civil juntamente com os dois presos.

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização