Menor envolvido em sequestro de PM ganha alta

Ponta Grossa

17 de julho de 2017 16:38

Daniel Petroski

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Carga apreendida pela PRF passa de R$ 2 mi

Receita de PG tem alta de 16% e soma R$ 730 mi

Núcleo 31 de março terá obras da AMTT

Complexo soja de PG exporta R$ 3,14 bilhões em produtos
Câmara de PG retoma debate sobre fim da isenção de ISS
Vereador quer IPTU mais barato para ruas sem asfalto
Zampieri e deputados discutem emendas para PG
/Foto: Cristiano Barbosa
PUBLICIDADE

Recebeu alta do Hospital Santa Casa de Misericórdia nesta segunda-feira (17) o menor de idade suspeito de participar do sequestro de um Policial Militar (PM) em Ponta Grossa. O caso foi registrado no último dia 7. O adolescente de 16 anos de idade teria levado ao menos oito tiros após o PM reagir a abordagem. A ocorrência teve como desfecho a Avenida Carlos Cavalcanti, em frente a um hipermercado.  O comparsa, de 31 anos de idade, não resistiu aos ferimentos e entrou em óbito no local.

O jovem foi levado em uma ambulância do Siate para a 13ª Subdivisão Policial (SDP) para prestar depoimento. No entanto, seu estado de saúde impediu a realização do procedimento, segundo o delegado Fernando Jasinski. “Eu autuei em flagrante o adolescente pela prática do ato infracional de extorsão qualificada pela restrição da liberdade da vítima”, explicou. Diante da situação, a Justiça decretou o internamento provisório do menor. Ao deixar a 13ª SDP ele foi encaminhado para o Centro de Socioeducação Regional de Ponta Grossa (Cense).

Ainda com base no delegado, o procedimento investigatório foi repassado nesta segunda-feira para a Justiça. “O adolescente será ouvido sobre os fatos quando estiver em condições para tanto”, finalizou Jasinski. 

Relembre o caso

O policial foi rendido pela dupla na região do bairro Boa Vista, sendo obrigado a se dirigir até um caixa eletrônico 24 horas na região de Uvaranas para fazer um saque. Aproveitando um momento de distração dos bandidos, ele deu voz de abordagem aos criminosos. Ambos tentaram reagir e acabaram baleados.

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização