Nucria investiga favorecimento a prostituição em PG

Ponta Grossa

17 de maio de 2017 20:00

Daniel Petroski

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Aliel ressalta responsabilidade de deputados diante de nova denúncia

Imagem de carro 'imobilizado' em trincheira chama a atenção

Vereador quer ampliar acessibilidade nas ruas centrais de PG

Sindicato reúne servidores para discutir quitação de precatórios
Parque Ambiental ganha suporte para redes de descanso
Frota do 1º BPM ganha reforço de oito viaturas
Avó materna visita bebê na UTI do Regional
/Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

O Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) de Ponta Grossa está investigando a conduta de um homem de 50 anos de idade que vem se utilizando da internet para o favorecimento a prostituição de menores no município. Em sua foto de perfil ele aparece sem camisa. Segundo a delegada responsável pelo setor, Ana Paula Cunha Carvalho, um inquérito já foi instaurado.

O homem utiliza principalmente os bate-papos disponíveis em algumas redes sociais. Até mesmo sem fazer parte do grupo de amigos, ele envia mensagens. E o conteúdo é o mesmo para diferentes casos. A frase “Adorei você princesa linda” abre o texto. Na sequência ele oferece R$ 70 por um passeio. O homem finaliza dizendo “Tá afim, fale pra mim”. As mensagens são enviadas sempre durante a madrugada.

Ana Paula revela que uma adolescente já procurou o Nucria para denunciar o caso. “Eu peço que outras vítimas - crianças e adolescentes - que tenham recebido a mesma mensagem acionem a Polícia”, orientou.

A delegada reforça que os pais são peças fundamentais para que abordagens como essa na internet não evoluam para casos concretos. “Os responsáveis devem ter acesso a senhas e acompanhar a trocar de mensagens. Precisam reduzir o tempo de permanência de crianças e adolescente no ambiente virtual, principalmente se estiverem sozinhas. O histórico do computador também deve ser checado”, detalha. Outra dica importante da delegada é que o acesso à internet durante a madrugada seja restrito ou negado. “Os pedófilos agem, na grande maioria, nestes horários. Eles sabem que as vítimas estão sozinhas, o que facilita o convencimento”, alerta.

Além das menores de idade, o homem vem ampliando sua rede de abordagem. Também pelas redes sociais, uma mulher de 38 anos de idade afirmou ter recebido uma mensagem semelhante nos últimos dias.

Dia Nacional

É lembrado nesta quinta-feira (18) o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A data será marcada por atividades de prevenção e alerta sobre o tema em municípios de todo Paraná. São palestras educativas, seminários e fóruns, distribuição de material informativo, peças teatrais e abordagem nas escolas e vias públicas. Para denunciar qualquer situação ou suspeita desse tipo de crime, basta ligar para o número 181 - Disque-Denúncia. A ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer município do Estado. O atendimento funciona 24 horas, todos os dias da semana, com garantia de sigilo das informações e de quem faz a denúncia.

PUBLICIDADE
COMENTÁRIOS
AVISO: O portal aRede não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site.
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização