Calouros de Agronomia arrecadam alimentos

Ponta Grossa

20 de março de 2017 12:10

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Câmara de PG retoma debate sobre ‘transparência sindical’

Conselho ignorou orientações do MP sobre bebê agredido

Dupla simula assalto e acaba presa em PG

Rangel abre licitação de R$ 8 mi para novo aterro
Dr. Zeca lança pré-candidatura para deputado estadual
Pai suspeito de agressão tem prisão decretada
Dentistas concluem especialização no Cescage
Ação arrecadou alimentos /Foto: UEPG/
PUBLICIDADE

Alimentos foram arrecadados no evento ‘Acolhida ao Calouro’

O curso de Agronomia da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) realizou, na última semana (6 a 10/3), a ‘Acolhida ao Calouro’. O evento é tradicional, desde 2012, e tem o objetivo de apresentar o curso para os calouros, além de realizar ações sociais como arrecadação de alimentos nos bairros; limpeza de áreas urbanas; e montagem de hortas em escolas, entre outros.

Um dos organizadores, o acadêmico Cesar Blanski (2º ano de Agronomia) explica que, as atividades despertam em veteranos e calouros, a consciência social, a solidariedade e o respeito. “O trote social fornece a oportunidade de convivência com realidades diversas, bem como oportuniza a prática de atividades apresentadas no curso”. Segundo o acadêmico, a coleta de alimentos rendeu aproximadamente 700 kg, que serão doados à instituições carentes do município.

Os acadêmicos também realizaram limpeza do jardim, capinaram no entorno e montaram horta em uma área ociosa. Cesar comenta que, a atividade teve apoio da população, de empresas voltadas ao agronegócio, de comerciantes de alimentos, entre outros. “A intenção do curso de Agronomia é aprimorar a idéia para que nos anos seguintes possamos realizar ações maiores contando com a ajuda de outros cursos da UEPG”.

O acadêmico Andre Vinicius Vam Beek (5º ano) lembra que participou das edições da acolhida desde 2013 (ano do ingresso no curso). “Essa atividade iniciou em 2012, com o professor Cláudio Puríssimo, coordenador do curso daquele ano. As edições de 2014 e 2015 foram coordenadas pelas professoras Marluce Gonçalves Cortez e Silvana Ohse.

Atualmente apenas as questões burocráticas como: reservas de ônibus, relatórios e emissão de certificados ocorrem com o auxílio do colegiado de Agronomia e o Setor de Ciências Agrárias e de Tecnologia – SCATE. “A responsabilidade de organização e a essência da ideias pertencem aos acadêmicos da 2ª série do curso. Repito as palavras da professora Marluce, em 2015, quando afirmou que a função da acolhida ao calouro é apresentar aos acadêmicos uma forma diferenciada de celebrar seu ingresso na universidade, de comemorar sua vitória e, com isso, fortalecer e disseminar uma cultura de paz e solidariedade de forma saudável. Integração e integridade na formação de acadêmicos como cidadãos e futuros profissionais".

André Beek agradece o empenho de todos os alunos que puderam dar continuidade à atividade e lembrou que na condição de provável formando espera que a ação continue nos próximos anos. “Agradeço o empenho de todos os calouros, veteranos, professores e a população em geral que permitiu que este trabalho continuasse”.    

Informações da Assessoria de Imprensa da UEPG

PUBLICIDADE
COMENTÁRIOS
AVISO: O portal aRede não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site.
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização