Calouros de Agronomia arrecadam alimentos

Ponta Grossa

20 de março de 2017 12:10

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Pista do Aeroporto será reformada até março

Gaeco irá fortalecer investigações independentes

Convênio traz desconto na graduação a servidores

PG estuda a implementação de uma Central de Abastecimento
População já pode votar sobre futuro da Münchenfest
Câmara de PG tem pauta intensa na reta final do ano
Câmara aprova proibição contra queimadas em PG
Ação arrecadou alimentos /Foto: UEPG/
PUBLICIDADE

Alimentos foram arrecadados no evento ‘Acolhida ao Calouro’

O curso de Agronomia da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) realizou, na última semana (6 a 10/3), a ‘Acolhida ao Calouro’. O evento é tradicional, desde 2012, e tem o objetivo de apresentar o curso para os calouros, além de realizar ações sociais como arrecadação de alimentos nos bairros; limpeza de áreas urbanas; e montagem de hortas em escolas, entre outros.

Um dos organizadores, o acadêmico Cesar Blanski (2º ano de Agronomia) explica que, as atividades despertam em veteranos e calouros, a consciência social, a solidariedade e o respeito. “O trote social fornece a oportunidade de convivência com realidades diversas, bem como oportuniza a prática de atividades apresentadas no curso”. Segundo o acadêmico, a coleta de alimentos rendeu aproximadamente 700 kg, que serão doados à instituições carentes do município.

Os acadêmicos também realizaram limpeza do jardim, capinaram no entorno e montaram horta em uma área ociosa. Cesar comenta que, a atividade teve apoio da população, de empresas voltadas ao agronegócio, de comerciantes de alimentos, entre outros. “A intenção do curso de Agronomia é aprimorar a idéia para que nos anos seguintes possamos realizar ações maiores contando com a ajuda de outros cursos da UEPG”.

O acadêmico Andre Vinicius Vam Beek (5º ano) lembra que participou das edições da acolhida desde 2013 (ano do ingresso no curso). “Essa atividade iniciou em 2012, com o professor Cláudio Puríssimo, coordenador do curso daquele ano. As edições de 2014 e 2015 foram coordenadas pelas professoras Marluce Gonçalves Cortez e Silvana Ohse.

Atualmente apenas as questões burocráticas como: reservas de ônibus, relatórios e emissão de certificados ocorrem com o auxílio do colegiado de Agronomia e o Setor de Ciências Agrárias e de Tecnologia – SCATE. “A responsabilidade de organização e a essência da ideias pertencem aos acadêmicos da 2ª série do curso. Repito as palavras da professora Marluce, em 2015, quando afirmou que a função da acolhida ao calouro é apresentar aos acadêmicos uma forma diferenciada de celebrar seu ingresso na universidade, de comemorar sua vitória e, com isso, fortalecer e disseminar uma cultura de paz e solidariedade de forma saudável. Integração e integridade na formação de acadêmicos como cidadãos e futuros profissionais".

André Beek agradece o empenho de todos os alunos que puderam dar continuidade à atividade e lembrou que na condição de provável formando espera que a ação continue nos próximos anos. “Agradeço o empenho de todos os calouros, veteranos, professores e a população em geral que permitiu que este trabalho continuasse”.    

Informações da Assessoria de Imprensa da UEPG

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização