MP deve pedir interdição parcial de carceragem | A Rede - Aconteceu. Tá na aRede!
MP deve pedir interdição parcial de carceragem

Ponta Grossa

17 de março de 2017 18:46

Daniel Petroski

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Acidente deixa uma pessoa ferida na Dom Geraldo Pellanda

GM prende traficante ‘reincidente’ no Centro de PG

Comércio vira alvo fácil para bandidos em PG

Dupla se dá mal após roubo em PG
Casa fica destruída após incêndio no centro de PG
PM rastreia celular em PG e descobre receptador
Fim de namoro termina com prisão em PG
/Foto: Cristiano Barbosa
PUBLICIDADE

“Essa situação não tem mais como prosperar”. A frase é da promotora de Justiça do Ministério Público (MP), titular da Vara de Execuções Penais, Danielle Garcez da Silva. Ela e o promotor Antônio Juliano estiveram na manhã de sexta-feira (17) vistoriando a carceragem da 13ª Subdivisão Policial (SDP) de Ponta Grossa. O trabalho foi acompanhado pelo delegado chefe Danilo Cesto e pelo superintendente Elter Taets Garcia.

O local, com capacidade para abrigar até seis presos temporários, chegou à marca histórica de 46 detentos nesta semana. “As condições são desumanas”, apontou Danielle. A promotora revelou que em um dos casos o preso já está há 45 dias aguardando transferência. “Ele não está tendo, por exemplo, o seu direito de visita e de banho de sol atendido”, ponderou. Ontem à tarde, o número de detidos no espaço era 28.

A promotora informou ao Jornal da Manhã que pretende pedir a interdição parcial da carceragem. “Essa medida será tomada mediante a superlotação constatada. Não temos como realizar a interdição total, pois presos em flagrantes precisam ficar detidos em um local transitório. Mesmo assim, vamos trabalhar, acredito que até o final da semana que vem, para solucionar essa questão”, afirmou Danielle. A data para o protocolo do pedido de interdição não foi repassada pela promotora. “Isso precisa ser revolvido o quanto antes”, reforçou.

Procurado pela equipe de reportagem, o superintendente da 13ª SDP foi categórico ao afirmar que está confiante no parecer do MP. “Acreditamos que a decisão vai dar conta de atender a demanda desse problema sério que estamos enfrentando. É uma questão de urgência”, destacou Garcia.

Descoberta de buraco frustra tentativa de fuga 

Além da vistoria do MP, na quinta-feira (16) a carceragem da 13ª SDP também foi visitada por uma equipe do Corpo de Bombeiros e da Vigilância Sanitária, atendendo a um pedido do Comitê de Transferência de Presos (Cotransp). Na ocasião, foi descoberta pelos policiais de plantão uma escavação em uma das paredes. O buraco estava sendo escondido por uma chapa de aço. Se concluído, ele permitiria o acesso direto à parte externa do prédio. Também foi localizado o vidro de uma das janelas quebrado. A suspeita é que a estrutura era utilizada para facilitar a comunicação com pessoas do lado de fora da 13ª SDP.

PUBLICIDADE
COMENTÁRIOS
AVISO: O portal aRede não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site.
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização