‘Sexta às Seis’ volta no próximo dia 24

Ponta Grossa

12 de março de 2017 17:34

Daniel Petroski

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

PG tem cinco notificações de dengue em 2018

Agência de PG insere 459 pessoas no mercado de trabalho

Rangel e Grokoviski debatem prazo para pagar precatórios

Zampieri cobra solução para transporte escolar em distritos
Stocco assume presidência da CPI da Sanepar
Sandro e Aliel votam a favor de intervenção federal no RJ
Conversão proibida causa acidente na Visconde de Mauá
/Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Será retomado no próximo dia 24 o projeto “Sexta às Seis” em Ponta Grossa. Neste ano, por conta da restauração da Estação Saudade, ele será transferido para o Parque Ambiental, ao lado da pista de skate. A abertura contará com a apresentação especial de Wander Wildner, cantor e compositor que ficou conhecido por participar da banda “Os Replicantes”, que teve grande importância no punk rock nacional dos anos 80. "A ideia da Prefeitura foi ampliar o número de shows para que a programação se estenda o ano inteiro. Dessa forma, a comunidade terá mais opções culturais disponíveis de forma gratuita e para vários gostos musicais. Além das bandas e grupos locais premiados, vamos trazer também artistas de trajetória reconhecida no cenário nacional para shows especiais”, detalhou ao portal aRede, Fernando Durante, presidente da Fundação Municipal da Cultura.  

Para esta edição puderam se inscrever grupos de qualquer estilo. Com um cachê ampliado para de R$ 1 mil, o chamariz fez com houvessem 83 inscrições, número esse considerado um recorde pelos organizadores. "Temos uma gama de artistas muito bons em Ponta Grossa, em vários estilos. Por isso, decidimos abrir a possibilidade para todas as bandas, grupos e conjuntos musicais que quisessem se inscrever. Precisamos abrir estes e outros espaços para mostrar à população a qualidade musical que temos na cidade", defendeu Durante.

Criado em abril de 1990 na Concha Acústica Carlos Gomes como forma de oferecer uma atração cultural para as pessoas que esperavam o ônibus no terminal que existia na Praça Barão do Rio Branco, a primeira apresentação do “Sexta às Seis” foi com a Banda-Escola Lyra dos Campos. Já passaram pelo projeto Angra, “Ratos de Porão”, “Patrulha do Espaço”, “Casa das Máquinas”, Germano Mathias, Pereira da Viola, Zé Alexandre, “Cambada Mineira”, Blindagem, Carlinhos Vergueiro, Kult (Holanda), Filhos do Olodum, Made in Brazil, Lula Barbosa, grupos folclóricos, entre outros. 

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização