Uber se reúne com motoristas e deve iniciar operações

Ponta Grossa

11 de janeiro de 2017 13:07

Rodrigo de Souza

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Roubo tem ação violenta de ladrões em PG

Senge vai contra aumentos de impostos de PG

Mulheres são presas ao tentar furtar loja em PG

Deputados elencam prioridades para Ponta Grossa
Voluntários contribuem na limpeza do Shangrilá
Jovens do Marista de PG fazem trabalho voluntário
Reajuste de impostos deve ser retirado da pauta
Expectativa é de que atividades devem ser iniciadas já em fevereiro/Foto: Arquivo JM
PUBLICIDADE

Reunião na manhã desta quarta-feira (11) definiu detalhes das operações em Ponta Grossa. Empresa não confirma, mas expectativa é de início das atividades já em fevereiro.

Representantes da empresa Uber e pessoas interessadas em trabalhar como motoristas se reuniram na manhã desta quarta-feira (11) em Ponta Grossa para definir detalhes sobre as atividades operacionais da empresa no município. Especializada na prestação  de serviços eletrônicos na área do transporte privado urbano, a empresa vem recrutando motoristas para iniciar os trabalhos na cidade em breve.

Segundo informações obtidas com um dos presentes, a reunião contou com aproximadamente 20 motoristas e um representante da Uber de Curitiba. Durante o encontro, os interessados no trabalho receberam informações de como ingressar no serviço, formas de pagamento e salários.

O Portal aRede entrou em contato com a assessoria de imprensa da Uber, que afirmou não comentar sobre futuras instalações em municípios até que a situação esteja completamente concretizada. No entanto, durante a reunião, os motoristas ficaram sabendo que as atividades costumam iniciar cerca de 20 dias após os primeiros encontros – a expectativa, portanto, é de que as atividades em Ponta Grossa comecem no mês de fevereiro. Cidades como Blumenau, Londrina e Campo Grande tiveram o serviço iniciado dentro deste prazo.

Abrangência e preço da corrida

O representante da Uber repassou detalhes sobre o funcionamento da empresa no município durante a reunião. Os trabalhos abrangerão toda a cidade de Ponta Grossa, além de expandir serviços para as proximidades, como o Parque Estadual de Vila Velha e o município de Carambeí, localizado a 20 km de Ponta Grossa.

Ainda não existem tarifas definidas – o valor será informado somente com o início das atividades. No entanto, os preços devem ser semelhantes aos de Curitiba, onde é cobrando um valor base de R$ 3,00 por corrida, acrescentando R$ 1,22 por quilômetro rodado e mais R$ 0,25 por minuto, sendo o valor mínimo da viagem de R$ 5,00. Uma simulação de corrida do Shopping Palladium até o Shopping Total, por exemplo, resultaria em um valor entre R$ 10,00 e R$ 12,00 (em condições normais de trânsito), caso os valores sejam iguais aos da capital.

Os valores serão pagos com o cartão de crédito através do próprio aplicativo da empresa, ou seja, o motorista do veículo não recolhe dinheiro dos passageiros.

Motoristas

Na reunião ainda foi repassado que os interessados em trabalhar para a empresa precisam realizam o cadastro através da plataforma oficial de recrutamento da Uber. Os motoristas terão liberdade de escolher o horário de trabalho e receberão semanalmente pelo serviço prestado – o valor é depositado pela própria empresa na conta bancária do motorista. Dentre os principais requisitos para trabalhar no ramo estão um veículo modelo mínimo 2008 (não precisa estar no nome do trabalhador), com quatro portas, ar condicionado e podendo ser de qualquer cor – e não somente preto, como acontece alguns locais.

Ainda de acordo com o representante da empresa, o início das atividades será oficializado através de anúncios publicitários pelo município.

PUBLICIDADE
COMENTÁRIOS
AVISO: O portal aRede não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site.
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização