Prefeitura vai renegociar contratos e licitações em 2017

Ponta Grossa

11 de janeiro de 2017 10:05

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

UPA de PG recebe certificação nacional de qualidade

Servidores da Prefeitura de PG recebem qualificação profissional

Rangel garante solução para o aterro do Botuquara

Stocco pede por transparência nas concessões públicas
Woody desaparece e família de PG fica desesperada
Presidente do PT no Paraná fala sobre crise política em PG
Justiça Restaurativa entrega selo “Gralha Azul” a 19 entidades
Prefeitura adota medidas visando a contenção de gastos/Foto: aRede
PUBLICIDADE

Decreto publicado no Diário Oficial desta quarta-feira prevê a reavaliação e renegociação de contratos e licitações. Medida visa a redução de despesas.

            O decreto 12.345, publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (11), prevê a reavaliação e renegociação de contratos e licitações envolvendo a Prefeitura de Ponta Grossa. Todas as licitações em curso, assim como os contratos em vigor, serão reavaliados visando a alteração dos preços cotados e a adequação de quantidades licitadas. A reavaliação dos contratos visa a contenção e redução de despensas e todas renegociações devem estar concluídas até 31 de março.

            Os trabalhos de reavaliação serão conduzidos por três diferentes órgãos, dependendo do valor envolvendo o contrato. Caso o valor seja inferior a R$ 2 milhões, o dirigente máximo do órgão ou entidade realiza a renegociação. A segunda possibilidade, caso o valor seja superior a R$ 2 milhões, a negociação deve passar pelas mãos do secretário de Administração. Em relação às renegociações de contratos com valor superior a R$ 2 milhões, o Comitê de Gestão Pública tem a decisão final.

            Para o cancelamento ou rescisão de instrumentos contratuais, a Prefeitura declara que os materiais serão submetidos aos órgãos jurídicos. Por fim, as alterações e prorrogações de contratos de serviços e obras, assim como compras de materiais permanentes e equipamentos, precisam passar pelo secretário de Gestão Financeira para serem aprovados. A medida é válida para licitações com valor igual ou superior a R$ 1 milhão.

PUBLICIDADE
COMENTÁRIOS
AVISO: O portal aRede não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site.
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização