Pauliki reforça pedidos para segurança em Ponta Grossa

Ponta Grossa

06 de janeiro de 2017 15:57

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Aliel ressalta responsabilidade de deputados diante de nova denúncia

Imagem de carro 'imobilizado' em trincheira chama a atenção

Vereador quer ampliar acessibilidade nas ruas centrais de PG

Sindicato reúne servidores para discutir quitação de precatórios
Parque Ambiental ganha suporte para redes de descanso
Frota do 1º BPM ganha reforço de oito viaturas
Avó materna visita bebê na UTI do Regional
Deputado Pauliki durante reunião com lideranças da área de segurança de Ponta Grossa/Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Construção da Casa de Custódia e transferência dos detentos de Imbituva que estão no Hildebrando, são algumas das solicitações que o deputado irá reforçar no encontro com o secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, no próximo dia 16.

Frente aos últimos acontecimentos do sistema carcerário, onde em Manaus mais de 60 detentos foram mortos e hoje mais 30 em Roraima, o deputado estadual Marcio Pauliki evidencia a importância de que medidas preventivas sejam tomadas junto ao Sistema Carcerário do Estado do Paraná, visando a segurança da população.

“Essa situação exige uma atenção especial para que não aconteça em Ponta Grossa o mesmo fato que tomamos conhecimento nesses últimos dias. Hoje a Cadeia Pública Hildebrando de Souza  abriga 779 detentos, porém ela foi construída para 207 presos, essa situação é preocupante e exige medidas emergenciais, uma vez que estamos quase quatro vezes mais a capacidade de detentos”, comenta o deputado Pauliki.

Recentemente o deputado Marcio Pauliki esteve reunido com lideranças da área de segurança em Ponta Grossa onde discutiram ações de curto, médio e longo prazo para o sistema carcerário da cidade. Estiveram presentes juntamente com suas equipes o delegado-chefe da 13ª SDP, Danilo Cesto, o diretor do Presídio Hildebrando de Souza, Bruno Propst e o diretor da Penitenciária Estadual de Ponta Grossa (PEPG), Luiz Francisco da Silveira.

Essa situação do sistema carcerário de Ponta Grossa compromete operações das polícias militar e civil, pois os novos presos não tem espaço. Isso porque foram transferidos presos de Imbituva para o presídio Hildebrando de Souza – “há pouco tempo eu, o deputado Plauto e lideranças da cidade estivemos reunidos com o secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita, onde já relatamos os pedidos emergenciais para a segurança pública em Ponta Grossa”, comenta Pauliki.

Todos esses assuntos de segurança pública serão reforçados no próximo dia 16 de janeiro, quando o deputado estadual Marcio Pauliki tem agenda em Curitiba com o secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita.

“Vou solicitar novamente ao secretário de segurança para que seja revisto o valor da licitação para a Construção da Casa de Custódia na cidade atraindo empresas para participar e pedir a transferência imediata dos presos que vieram de Imbituva para o complexo de Pinhais, ampliando as vagas carcerárias e amenizando os problemas que hoje enfrentamos na nossa cidade”, comenta Pauliki.

Ainda segundo o deputado no dia 11, quarta-feira, o governador Beto Richa estará em Ponta Grossa – “além da audiência no dia 16, vou aproveitar a vinda do governador para a formatura da Turma do Curso de Formação dos Soldados e reforçar esse projetos”.

É importante destacar que esses pedidos emergências para o sistema carcerário impactam diretamente na segurança da população – “basta olharmos a onda de violência em Manaus, após a rebelião que deixou 60 mortos e levou à fuga de mais de 180 presos, ao menos 12 pessoas foram assassinadas nos últimos dias. Isso é o reflexo da fuga de presos”.

Há um mês os deputados Marcio Pauliki e Plauto Miró solicitaram ao estado R$ 300 mil para obras emergências da Cadeia Pública Hildebrando de Souza e estudo para a implantação do sistema de Canteiros Virtuais na Penitenciária Estadual de Ponta Grossa.

Informações da Assessoria de Imprensa.

PUBLICIDADE
COMENTÁRIOS
AVISO: O portal aRede não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site.
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização