Pauliki conquista R$ 300 mil para melhorias no Cadeião e na PEPG

Ponta Grossa

19 de dezembro de 2016 22:30

Afonso Verner

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

UPA de PG recebe certificação nacional de qualidade

Servidores da Prefeitura de PG recebem qualificação profissional

Rangel garante solução para o aterro do Botuquara

Stocco pede por transparência nas concessões públicas
Woody desaparece e família de PG fica desesperada
Presidente do PT no Paraná fala sobre crise política em PG
Justiça Restaurativa entrega selo “Gralha Azul” a 19 entidades
/Imagem: Arquivo JM
PUBLICIDADE

Deputado se reuniu com Luiz Alberto Cartaxo e conquistou compromisso para melhorias no setor

O deputado estadual Marcio Pauliki (PDT) se reuniu nessa segunda-feira (19) com o diretor geral do Departamento Penitenciário (DEPEN), Luiz Alberto Cartaxo, para discutir melhorias na estrutura do setor penitenciário de Ponta Grossa. O parlamentar conquistou o compromisso da liberação de R$ 250 para conclusão das obras de ampliação da ala feminina do presídio Hildebrando de Souza, o Cadeião, além de outros R$ 50 mil para o melhorias na Penitenciária Estadual de Ponta Grossa (PEPG).

De acordo com Pauliki, as melhorias são urgentes e os projetos deverão ser apresentados ainda no primeiro trimestre de 2016. “Os responsáveis pela PEPG e pelo Hildebrando terão tempo hábil para bolar o projeto e apresentá-lo ao Depen, nosso objetivo e conquistar melhorias para o setor e mais segurança para a população”, contou Marcio. A discussão do deputado começou após um princípio de motim na 13ª Subdivisão Policial de Ponta Grossa e também contou com a participação do deputado Plauto Miró (DEM).

Além dos repasses, Pauliki (PDT) também debateu a possibilidade de aumentar vagas no regime fechado da PEPG. A proposta debatida entre Marcio e Cartaxo é transformar o regime fechado da penitenciária que conta com segurança máxima para um regime com segurança mínima ou média. “Com isso conseguriamos passar os presos que hoje estão no semiaberto para o sistema de canteiro virtual, quando eles trabalham com tornozeleiras”, contou o deputado.

As mudanças também serão discutidas com o Ministério Público (MP).

PUBLICIDADE
COMENTÁRIOS
AVISO: O portal aRede não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site.
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização