PG será a ‘capital da música’ no mês de julho

Mix

18 de junho de 2017 16:08

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

PG se prepara para receber Roberto Carlos

Nádia obriga Nicácio a lhe vender a maior parte do salão

Majestades da 28ª Münchenfest têm noite de glamour

Fotos noturnas do Parque Ambiental viralizam na web
Shalom apresenta espetáculo de Natal no Marista
Melanie Ogrodoviski é coroada rainha da 28ª Münchenfest
Nádia descarta as pílulas de Tônia
PUBLICIDADE

O mês de julho promete entrar para a história cultural de Ponta Grossa. Pela primeira vez, o Festival Universitário da Canção (FUC), promovido pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), irá se integrar à programação do 9º Festival de Música de Ponta Grossa. Serão mais de dez dias de apresentações musicais pelo município.

A 9ª edição do Festival de Música ocorre entre os dias 12 e 23, com o objetivo de oferecer à população uma diversidade de atrações, com a participação de artistas da região e também de outras cidades e estados. Entre os atrativos estão os “masterclasses”, para quem deseja aprender a tocar instrumentos musicais e oficinas de domínio de técnicas musicais com profissionais do ramo. O Festival inicia numa quarta-feira com apresentações de música de rua pelo grupo “Mustache e os Apaches” (São Paulo). A abertura oficial acontece às 20 horas, no Shopping Palladium, com o grupo “Marcel Bottaro Trio Jazz” (também de São Paulo). Outros shows de destaque serão os de Marcelo Jeneci, “O Terno” e Francisco El Hombre.

Já o FUC será realizado de 13 a 15 de julho, tendo como atração principal o cantor Moraes Moreira, que integrou o grupo “Novos Baianos”, juntamente com Baby Consuelo, Pepeu Gomes e Paulinho Boca de Cantor, entre outros. O evento é organizado pela Diretoria de Assuntos Culturais da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Culturais (Proex/DAC) da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). “Em 30 anos de realização, o FUC consolida o papel da UEPG como agente de transformação e formação cultural”, diz o coordenador do Festival, Wilton Paz.

Em sua fase de inscrição, o FUC recebeu 23 composições para a etapa regional, que reúne compositores e intérpretes dos municípios integrantes da Associação dos Municípios dos Campos Gerais (AMCG) e mais 79 músicas para a fase nacional. O Festival vai distribuir R$ 24,5 mil em prêmios. As apresentações ocorrerão no Cine Teatro Ópera, a partir das 20 horas, nos três dias.

Acesso a cultura

Para o presidente da Fundação Municipal de Cultura, Fernando Durante, a intenção de unir os dois eventos buscou apenas contribuir para o crescimento de festivais que já estão se perpetuando em Ponta Grossa. “Através dessa junção conseguimos mais atrações, passando de 50 opções, por exemplo”, ressaltou. “Queremos que as pessoas possam efetivamente vislumbrar o que a música pode oferecer”, concluiu Durante.

Moraes Moreira fará o encerramento do Festival da Canção

O show de Moraes Moreira acontecerá no dia 15 de julho, na final do Festival Universitário da Canção (FUC). Ainda dentro do Festival, na primeira noite, Isabella Huk será a atração e na segunda “Cambada Mineira”. Consagrado na Música Popular Brasileira (MPB), Moraes Moreira começou tocando sanfona de doze baixos em festas de São João e outros eventos de Ituaçu, o “Portal da Chapada Diamantina”. Na adolescência aprendeu a tocar violão, enquanto fazia curso de Ciências em Caculé, Bahia. Mudou-se para Salvador e lá conheceu Tom Zé, e também entrou em contato com o rock. O álbum “Acabou Chorare”, lançado pelos “Novos Baianos” em 1972, foi considerado pela revista Rolling Stone Brasil um dos 100 melhores álbuns da história da música brasileira.

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização