Antonia Morais sobre topless em 'Rock Story': 'As pessoas têm que ser livres' | A Rede - Aconteceu. Tá na aRede!
Antonia Morais sobre topless em 'Rock Story': 'As pessoas têm que ser livres'

Mix

20 de março de 2017 05:34

Afonso Verner

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Eurico reconhece Nonato travestido durante um show

Roberto Carlos se apresenta em PG em dezembro

Tibagi recebe Feira de Trocas do Avesso

Irmã gêmea de Pabllo Vittar faz sucesso nas redes sociais
Bibi encontra Rubinho no morro e atira nele
Ballet Sagrada Família apresenta espetáculo no Ópera
Bibi é despejada do barraco por Rubinho
/Imagem: Arquivo JM
PUBLICIDADE

Na trama, a DJ interpretada pela atriz acusou Léo Régis de assédio após ser agarrada pelo cantor

A badalada DJ Manu chegou a Rock Story com a missão de abalar as estruturas de Léo Régis (Rafael Vitti) – e Antonia Morais está levando essa responsabilidade a sério. No capítulo desta sexta, 17/3, a personagem acusou o ídolo pop de assédio e lhe deu um belo de um sermão depois de ser agarrada à força só porque estava fazendo topless na praia de um resort.

Na trama, Manu encara o topless com naturalidade, já que a prática é comum nas praias da Europa, onde nasceu. Surpreendida pelo machismo de Léo ao lidar com a situação, a DJ não fica calada. Antonia ressalta a importância de se colocar temas como este em pauta na TV. “Eu acho superimportante que essas questões estejam abertas para serem escutadas e discutidas, porque novela é uma coisa a que muita gente assiste. Então, é uma forma de dar informação também, de mostrar um pouco mais o que está acontecendo no mundo”, opina a atriz.

Ao GshowAntonia já havia dito que via pontos de identificação com a personagem – uma menina moderna e cosmopolita. Diante da polêmica abordada na trama, ela diz aprovar a atitude de Manu. “Eu concordo com a personagem, as pessoas têm que ser livres. Essa coisa de homem e mulher é só uma diferença de gênero. Ambos são seres humanos, têm de ser respeitados e conquistar o seu lugar, é basicamente isso. No caso da Manu, o texto já é quase um protesto”, acredita.

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização