Richa vira réu por corrupção passiva e organização criminosa

Ex-governador do Paraná e supostos envolvidos no esquema são denunciados por propina em empresas de pedágio.

O ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) virou réu por organização criminosa e corrupção passiva, após denúncia da Operação Integração. Além do tucano, outras nove pessoas também foram denunciadas. A denúncia foi expedida no dia 28 de janeiro e investiga pagamentos de propinas de empresas de pedágio no Paraná.

O Ministério Público Federal (MPF) aponta que houve um desvio de R$ 8,4 bilhões junto ao esquema, através do aumento de tarifas de pedágio do Anel de Integração, além de algumas obras rodoviárias que não foram realizadas. É a segunda vez que o ex-governador se torna réu: a primeira por um esquema que envolvia desvio de dinheiro, através de propina, em licitações da ‘Patrulha do Campo’ – na Operação Rádio Patrulha.

Além de Beto Richa, seu irmão Pepe Richa e outras oito pessoas, todos agentes públicos, foram denunciados. Outra esfera de denúncia envolve empresários envolvidos no esquema: são 23 réus, contando com ex-presidentes de concessionárias que teriam participado do esquema, além de funcionários da Agepar (Agência Reguladora do Paraná) e do DER (Departamento de Estradas de Rodagem).

Com informações do G1.

PG abre vagas para cursos de qualificação

PG abre vagas para cursos de qualificação...

Adolescente é baleado pela PM em troca de tiros

Adolescente é baleado pela PM em troca de tiros...

PG desapropria área do Terminal do Santa Paula

PG desapropria área do Terminal do Santa Paula...

Max Atacadista irá gerar 400 vagas de emprego em PG

Max Atacadista irá gerar 400 vagas de emprego em PG...

Construção civil movimenta R$ 340 mi na região

Construção civil movimenta R$ 340 mi na região...

Show Tecnológico atrai cerca de 2,5 mil visitantes

Show Tecnológico atrai cerca de 2,5 mil visitantes...

O preço do desenvolvimento

O preço do desenvolvimento...

Câmara de Castro elege comissões permanentes

Câmara de Castro elege comissões permanentes...

Novo presidente da AMCG foca na mobilidade

Novo presidente da AMCG foca na mobilidade...

Caixa 2 e corrupção: as duas visões de Sérgio Moro

Caixa 2 e corrupção: as duas visões de Sérgio Moro...

Capa da edição desta sexta-feira (22/02/2019) do JM

Capa da edição desta sexta-feira (22/02/2019) do JM...

Charge da edição desta sexta-feira (22/02/2019) do JM

Charge da edição desta sexta-feira (22/02/2019) do JM...

Informe: Requião Filho visita Câmara de Castro

Informe: Requião Filho visita Câmara de Castro...

Ipem reprova 3 mil bombas de combustíveis no Paraná

Ipem reprova 3 mil bombas de combustíveis no Paraná...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS