Utilização de estruturas em vidro ganha força na construção civil

O vidro faz parte da vida em sociedade há, pelo menos, seis mil anos. No início, o material era utilizado para fabricar pequenos objetos decorativos e coloridos e, muito depois, ainda na antiguidade, começou a ser aproveitado, cotidianamente, para produzir objetos utilitários e de design, sendo que muitos destes alcançaram um grande requinte visual e técnico.

Ao longo dos séculos, o vidro plano (em lâmina) foi sendo gradativamente adotado na construção civil por ser transparente e estável. Via-se ali uma oportunidade de trazer luz para dentro dos ambientes, sem que fosse necessário abrir as janelas. O ponto alto talvez tenha sido sua utilização nas catedrais góticas, onde pequenos pedaços de vidros coloridos formavam vitrais que, iluminados pela contraluz contavam histórias que encantavam a todos visualmente.

Com a chegada do século XX, técnicas de fabricação mais apuradas trouxeram vidros planos mais uniformes, mais transparentes e até mesmo decorados e eles passaram a desempenhar o papel de protagonistas da arquitetura, trazendo inúmeras possibilidades estéticas. O chamado “Estilo Internacional”, que teve como um de seus expoentes o arquiteto alemão Mies Van Der Rohe, espalhou pelo mundo os prédios envidraçados que o modernismo explorou em todas suas possibilidades.

A possibilidade do uso de lâminas de maiores dimensões, aliada à disponibilidade de esquadrias mais modernas, cada vez mais delgadas e discretas, confere ao vidro um verdadeiro protagonismo na arquitetura contemporânea. 

De acordo com o arquiteto Afonso Walace, a importância do vidro para empreendimentos está em sua versatilidade, maneabilidade e capacidade de atender aos mais variados requisitos. “Um mesmo material é capaz de atender a várias demandas contemporâneas – da necessidade de se privilegiar a iluminação natural, à capacidade de resguardar a temperatura interna, com reflexos econômicos no uso de ar-condicionado. Isto para não falar na segurança dos usuários e na facilidade e economia de manutenção ao longo da vida útil do empreendimento”, descreve Afonso.

Outra vantagem do uso do vidro em edifícios contemporâneos tem a ver com a industrialização da construção, algo que ainda está engatinhando no Brasil. Segundo Afonso, a fachada do edifício Concórdia, em Nova Lima (MG), por exemplo, foi pré-montada em fábrica, em módulos de esquadrias que chegavam prontos à obra, com os vidros laminados já montados. Depois, os módulos eram içados e montados diretamente na estrutura metálica do edifício. “A velocidade construtiva que as novas tecnologias relacionadas ao vidro permitem é impressionante. Tudo isso impacta positivamente na qualidade do acabamento, nos custos da obra e no prazo de entrega”, afirma.


Material atende a questão construtiva e técnica da obra

O arquiteto sustenta que as vantagens plásticas do uso do vidro na arquitetura só fazem sentido porque em sua versão moderna, o material atende, primeiramente, a questões construtivas e também às questões técnicas relacionadas ao conforto ambiental e à sustentabilidade. Não obstante, a plasticidade do vidro é uma característica muito importante. “A arquitetura tem tanto um papel funcional quanto o de agregar valor estético aos locais onde está inserida”, encerra Afonso Walace.

Vamos Ler inicia atividades em 2019 com formato consolidado na região

Vamos Ler inicia atividades em 2019 com formato consolidado na região...

Escolas particulares ampliam atuação do Vamos Ler

Escolas particulares ampliam atuação do Vamos Ler...

Ação arrecada 6 toneladas de lixo eletrônico em PG

Ação arrecada 6 toneladas de lixo eletrônico em PG...

Vagas na agência do Trabalhador para esta segunda (25/03)

Vagas na agência do Trabalhador para esta segunda (25/03)...

Confira seu horóscopo para este domingo (24/03)

Confira seu horóscopo para este domingo (24/03)...

Castrolanda cresce 16,1% e faturamento supera R$ 3,3 bi

Castrolanda cresce 16,1% e faturamento supera R$ 3,3 bi...

Rottas investe em obras e realiza projetos sociais em PG

Rottas investe em obras e realiza projetos sociais em PG...

Capa da edição deste fim de semana (23, 24 e 25/03/2019) do JM

Capa da edição deste fim de semana (23, 24 e 25/03/2019) do JM...

Implicância com a PM

Implicância com a PM...

Charge da edição deste fim de semana (23, 24 e 25/03/2019) do JM

Charge da edição deste fim de semana (23, 24 e 25/03/2019) do JM...

A água é um bem inesgotável?

A água é um bem inesgotável?...

Milla visita Bochenek visando informatização da Câmara

Milla visita Bochenek visando informatização da Câmara...

Alunos voltam a se manifestar contra PM no campus da UEPG

Alunos voltam a se manifestar contra PM no campus da UEPG...

Ratinho empossa Beto Preto

Ratinho empossa Beto Preto...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS