Cesta básica tem alta de 8% em Ponta Grossa

Incremento foi observado no acumulado de 2018. Valor da compra dos 33 itens passou para R$ 482,73 - há um ano, esse montante sequer chegava aos R$ 450


Fazer as compras do mês nos supermercados em Ponta Grossa ficou mais caro em 2018. A pesquisa da cesta básica, realizada mensalmente pelo Núcleo de Economia Regional e Políticas Públicas (NEREPP) da Universidade Estadual de Ponta Grossa, divulgada nesta quarta-feira, mostra que a aquisição dos 33 itens passaram a custar R$ 482,73. O valor é cerca de 8,4% mais caro do que era cobrado no início do ano passado, quando esse valor girava em torno de R$ 445. A alta está acima da inflação oficial do país: entre janeiro e novembro, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) atingiu 3,59% (o valor oficial do ano vai ser revelado apenas nesta sexta-feira, estimado para ficar abaixo dos 4%). 

Somente no mês de dezembro, a variação foi de 0,54%. Se a aquisição dos produtos custava R$ 480,13 na primeira semana de dezembro, agora passaram a custar R$ 2,60 a mais, na primeira semana de janeiro. Dos itens da cesta, 23 subiram, 9 tiveram queda e um deles continuou constante. O desinfetante foi o item de maior alta com 28,96%; enquanto que o tomate teve a maior queda com 35,09%. 

Entre os cinco grupos da cesta básica, o que apresentou a maior alta foi o da limpeza com 9,53%, refletindo no aumento do preço da cesta; enquanto que o grupo de maior queda foi o hortifrutigranjeiros, com 13,10%. Como mostra a pesquisa do NEREPP, quando observadas as variações mensais nos grupos, o de alimentação geral teve alta de 1,21%, e dentro deste, o macarrão foi o produto responsável pela maior variação positiva de 16,84%, com o feijão apresentando a maior variação negativa com 5,51%.

Nos hortifrutigranjeiros, o produto de maior variação positiva foi a cebola, com 8,63%; enquanto que no de limpeza a de maior variação negativa foi o amaciante, com 5,35%. Com queda de 1,55%, no grupo carne o frango teve a maior variação positiva, de 1,48%; e a carne bovina com a maior variação negativa de 2,83%. O grupo higiene aumentou 2,35%, marcando como produto de maior variação positiva o desodorante, com 7,99%; e com a maior variação negativa o sabonete, com queda de 7,12%. 


Compra consome 48,3% do salário

Considerando o valor da cesta básica em R$ 482,73, e o salário mínimo de R$ 998, a pesquisa conclui que uma família com renda mensal de apenas um salário mínimo vai gastar cerca de 48,3% de sua renda para a aquisição dos itens. Os pesquisadores do NEREPP registram que os preços promocionais nem sempre demonstram a realidade, pois alguns produtos foram encontrados mais baratos que em estabelecimentos onde estariam em promoção.


Com informação das assessorias

Prefeitura confirma implantação do Terminal Santa Paula

Prefeitura confirma implantação do Terminal Santa Paula...

Operário estreia no Estadual contra o Paraná

Operário estreia no Estadual contra o Paraná...

UEPG estuda projeto de reconhecimento facial nos campi

UEPG estuda projeto de reconhecimento facial nos campi...

Simão destaca concorrência para a ‘camisa 1’ do Operário

Simão destaca concorrência para a ‘camisa 1’ do Operário...

Paraná aposta na reformulação do elenco para 2019

Paraná aposta na reformulação do elenco para 2019...

Setor agrícola pede solução sobre a falta de crédito rural

Setor agrícola pede solução sobre a falta de crédito rural...

Ram Heavy Duty 2019 é referência em desempenho

Ram Heavy Duty 2019 é referência em desempenho...

ANTT publica nova tabela com valores do frete mínimo

ANTT publica nova tabela com valores do frete mínimo...

Charge da edição deste fim de semana (19, 20 e 21/01/19) do JM

Charge da edição deste fim de semana (19, 20 e 21/01/19) do JM...

Fesuva busca comercializar mais de 35 toneladas de uva

Fesuva busca comercializar mais de 35 toneladas de uva...

PM prende mulher que venderia filha por R$ 12 mil

PM prende mulher que venderia filha por R$ 12 mil...

AMTT adia teste de binário na região central

AMTT adia teste de binário na região central...

UniSecal prorroga inscrições para pós-graduações

UniSecal prorroga inscrições para pós-graduações...

Entregador de gás em PG vira refém de bandidos

Entregador de gás em PG vira refém de bandidos...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS