Combustíveis tem alta de 15% em seis meses

Motoristas de Ponta Grossa sentiram, no bolso, uma variação superior a 7% no preços dos preços dos combustíveis, em média, no acumulado de 2017. Se para comprar um litro de gasolina, um de diesel e um de etanol, custava, em média, R$ 9,61 em dezembro de 2016, esse valor aumentou para R$ 10,32 no mesmo mês no ano passado na cidade. Porém, se fizer essa comparação com meados do ano passado, época em que os combustíveis estavam mais baratos, o crescimento chega à casa de 15,3% - entre junho e julho a compra desses três combustíveis somava R$ 8,94. O levantamento foi feito pelo Jornal da Manhã e Portal aRede, com base nos números disponibilizados pela Agência Nacional do Petróleo (ANP).

No acumulado do ano o etanol teve a menor variação. Se o litro desse combustível custava, em média, R$ 3,03 no final do ano passado, em 2016 o custo era de R$ 2,98, ou seja, uma alta de 1,7%. Porém, se comparar com o valor praticado em julho, de R$ 2,62 o litro, a alta em apenas cinco meses atingiu 15,8%. A gasolina, por sua vez, teve a maior variação na comparação de junho a dezembro de 2017. No sexto mês do ano, o custo médio de venda em Ponta Grossa era de R$ 3,57 o litro, que saltou para R$ 4,16 ao fechar o ano passado, em uma elevação de 16,4%. Na comparação anual, com dezembro de 2016, houve um reajuste de 9,6%, já que o valor cobrado era de R$ 3,80, em média, o litro. 

O Diesel, que foi impactado diretamente, assim como a gasolina, com a nova política da Petrobrás, de reajustes diários, com base no Mercado Internacional, assim como com as maiores taxas de alíquota de PIS e Cofins, anunciadas no final de julho, teve a maior variação anual. Se os motoristas pagavam R$ 2,83 o litro do diesel em dezembro de 2016, passaram a pagar R$ 3,11 no último mês do ano passado, o que representa uma alta de 10,1%. Em julho, mês de menor valor do diesel, o litro custava R$ 2,74, mostrando que o reajuste, com as novas políticas, atingiu 13,5%. 

Para Geraldo Fanchin, sócio-proprietário de um posto de combustíveis em Ponta Grossa (Posto Rio Branco) essas altas não são positivas para ninguém: nem para os consumidores e nem para os empresários do setor. “Para nós é revoltante, porque infelizmente quando há os casos de corrupção, e o país enfrenta dificuldades financeiras, o governo aumenta a taxação dos combustíveis. Em outros países, como nos Estados Unidos, por exemplo, com a crise, baixam os impostos nos combustíveis, justamente para aquecer a economia”, recorda. Segundo ele, esta é a pior fase que o setor vive nos últimos 20 anos, já que as vendas caíram significativamente. “É bem desmotivante; com isso há a necessidade de enxugar os custos, dispensando funcionários”, lamenta. 


Vendas caíram em mais de 20%

O reflexo de todas essas altas foi direto nas vendas. A pesquisa mais atualizada da Federação do Comércio do Paraná (Fecomércio PR) apontam para uma redução de 10,9% nas vendas de combustíveis em Ponta Grossa no acumulado de janeiro a outubro, na comparação com o mesmo período em 2016. Na comparação de outubro de 2017 com outubro de 2016 a redução é ainda mais evidente: 22,8%. Geraldo Fanchin confirma essa drástica redução nas vendas. “Isso afeta diretamente, com queda nas vendas. A alta dos R$ 0,40 no ano passado (Pis/Cofins sobre a gasolina) deu um reflexo muito negativo. O número de veículos é o mesmo, mas o tíquete médio caiu. Meu negócio sofreu uma queda de 22% no volume de vendas, e tem outros postos que registraram uma queda ainda maior”, exclama. Ele afirma que as pessoas estão buscando alternativas, como caminhar mais, utilizar bicicleta ou compartilhar o transporte com outras pessoas da mesma empresa. “As pessoas estão repensando o uso do automóvel, mesmo viagens para Curitiba, por exemplo”, conclui.

Vagas na Agência do Trabalhador para segunda-feira (22/01)

Vagas na Agência do Trabalhador para segunda-feira (22/01)...

Portal aRede atinge quase 30 milhões de pageviews em 2017

Portal aRede atinge quase 30 milhões de pageviews em 2017...

Município cumpre cronograma para pagamento de precatórios

Município cumpre cronograma para pagamento de precatórios...

Informe: Marcelo começa período de férias, mas promete atenção

Informe: Marcelo começa período de férias, mas promete atenção...

Pauliki solicita recursos para recuperação de estradas em Tibagi

Pauliki solicita recursos para recuperação de estradas em Tibagi...

Prefeitura de Carambeí tem 100% dos serviços em nuvem

Prefeitura de Carambeí tem 100% dos serviços em nuvem...

Plauto entrega veículos para forças policiais na próxima terça-feira

Plauto entrega veículos para forças policiais na próxima terça-feira...

Telêmaco Borba inicia debate sobre 13º salário para políticos

Telêmaco Borba inicia debate sobre 13º salário para políticos...

Acompanhe os destaques do Clubinho de hoje (20/01)

Acompanhe os destaques do Clubinho de hoje (20/01)...

Charge da edição deste fim de semana (20, 21 e 22/01/2018) do JM

Charge da edição deste fim de semana (20, 21 e 22/01/2018) do JM...

Aeroporto de PG movimenta 28 mil passageiros em 2017

Aeroporto de PG movimenta 28 mil passageiros em 2017...

Bóris se emociona com demonstração de carinho

Bóris se emociona com demonstração de carinho...

“The Voice Kids” peca feio pelo exagero de suas juradas

“The Voice Kids” peca feio pelo exagero de suas juradas...

Esportes movimentaram a sede campestre do clube

Esportes movimentaram a sede campestre do clube...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS