aRede aRede aRede
aRede
Três toneladas de barras de ouro caem de avião na Sibéria

Insana

19 de março de 2018 07:58

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Entalada após cair de telhado, bêbada é resgatada nas Filipinas

'Capital do curry' tem rio amarelo devido ao tempero

Criatura misteriosa gera pânico na Argentina

Russa é ‘embalsamada viva’ após erro médico
Policiais argentinos culpam ratos pelo sumiço de maconha
Bêbado tem braço arrancado por crocodilo em casamento
Idoso descobre prego de 7 cm cravado em sua cabeça
Barras de ouro caem do céu na Rússia /Foto: Reprodução Pixabay /
PUBLICIDADE

A polícia imediatamente cercou o local para evitar que as pessoas furtassem as barras de ouro

Já imaginou ver ouro literalmente caindo do céu? Foi exatamente isso o que aconteceu na Rússia, quando o compartimento de um avião de carga que levava ouro e prata se abriu e despejou centenas de barras de ouro em diversos locais.

De acordo com o The Guardian, foram ao menos três toneladas de ouro caídas do avião da companhia aérea Antonov na última quinta-feira, 15. O avião havia acabado de sair de um aeroporto em Yakutsk, na região da Sibéria, quando o compartimento abriu.

O avião então teve de voltar ao aeroporto, e a Polícia imediatamente cercou o local para evitar que as pessoas fossem até lá para coletar barras de ouro.

"Foram encontradas 172 barras de ouro, que pesam cerca de 3,4 toneladas. Apenas uma parte do ouro caiu – havia, ao todo, cerca de nove toneladas lá", explicou o prefeito local à agência de notícias TASS. O ouro vinha da mina Kupol, na região de Chukotka, extremo leste da Rússia.

Um representante da companhia disse à imprensa russa que "toda a carga foi recuperada, não houve perdas". Investigadores disseram que parece que a carga não foi colocada no compartimento de forma correta.

No vídeo, você pode ver algumas das barras que caíram.

Informações Estadão 

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização