Previs?o do tempo
   
Mulher vai ao hospital após cobra ficar presa na orelha

Insana

03 de fevereiro de 2017 16:59

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Cães da PM ganham festa de aniversário em SC

Polícia apura a segunda morte causada por jogo “Baleia Azul” em Minas Gerais

Jornalista faz descoberta chocante ao noticiar acidente

Veneno de aranha pode gerar remédio para disfunção erétil
Médico chinês dorme no chão após fazer 5 cirurgias em 28 horas
Motorista de Uber instala ‘Super Mario’ dentro do carro
Bêbado, jovem paga R$ 1,5 mil em táxi do MS até Londrina
PUBLICIDADE

Serpente de estimação ficou entalada no lóbulo da orelha direita quando a mulher brincava com o réptil em casa.

Uma mulher precisou ser levada ao hospital após uma cobra de estimação ficar presa na orelha direita. O caso foi registrado em Oregon, nos Estados Unidos. Ashley Glawe brincava com o réptil, quando ela entrou no lóbulo.

Em uma rede social, a jovem detalhou o caso aos amigos.

"Eu estava segurando minha cobra quando essa estúpida viu um buraco, que vinha a ser o lóbulo da minha orelha, e achou que era uma ideia brilhante tentar passar por ele. Tudo aconteceu muito rápido", relatou ela, que acrescentou: "Antes mesmo de eu perceber o que estava acontecendo, já era tarde demais. Agora, acredite se quiser, eu estou em uma sala de emergência de um hospital com Bart preso na minha orelha. Por que eu estou sentindo que essa é a primeira vez que algo assim acontece por aqui?", publicou.

Apesar do susto, ela não sofreu nenhum tipo de ferimento. A cobra também não precisou de nenhuma intervenção para deixar o local logo após o incidente.

PUBLICIDADE
COMENTÁRIOS
AVISO: O portal aRede não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site.
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização