Paciente psiquiátrico furta ambulância e dirige a 170 km/h

INSANA

11 de janeiro de 2017 14:04

Rodrigo de Souza

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Caminhão desgovernado destrói casas e mata cinco

Homem parte coluna ao levantar peso em academia

Americano usa 300 mil moedas para pagar imposto

Casal processa hotel após diarreia em casamento
Imagens mostram casa ‘mal-assombrada’
Buque de coxinhas faz sucesso com casais apaixonados
Homem empurra namorada de penhasco em "pegadinha" e revolta a internet
Caso foi registrado no Hospital Municipal Ouro Verde, em Campinas/Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Homem furtou veículo do Samu em hospital de Campinas, foi perseguido nas rodovias Anhanguera e Bandeirantes e acabou detido pela Guarda Municipal.

Um paciente psiquiátrico do Hospital Municipal Ouro Verde, em Campinas (SP), deu trabalho para seguranças e agentes da Guarda Municipal durante a última terça-feira (10). O homem furtou uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e fugiu pelas rodovias Anhanguera e Bandeirantes – de acordo com informações da Agência Estado, o carro chegou a atingir 170 km/h.

O homem aproveitou a distração do motorista do Samu, que deixou o veículo com as chaves no contato para transportar um paciente até dentro do hospiral e furtou o carro após bater no segurança do local. A Guarda Municipal de Campinas foi avisada e iniciou a perseguição. Apesar dos perigos, o paciente não chegou a causar nenhum acidente grave e acabou detido. O hospital registrou ocorrência na 2ª Delegacia Seccional por evasão de paciente, agressão e furto. A Secretaria Municipal de Saúde informou que vai apurar o caso.

PUBLICIDADE
COMENTÁRIOS
AVISO: O portal aRede não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site.
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização