Tricolor larga na frente, mas fica no empate com o Ituano | A Rede - Aconteceu. Tá na aRede!
Tricolor larga na frente, mas fica no empate com o Ituano

Esporte

20 de março de 2017 10:59

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

FFR Judô tem atletas convocados para competição em SC

Arbitral definiu disputa do Campeonato Paranaense

Lutador de PG conquista medalhas no Brasil Open de Taekwondo

Caramuru inicia venda de ingressos contra Sesi-SP
NBPG estreia na quarta pelo Paranaense Sub-14
PG recebe campeões olímpicos de vôlei neste sábado
Nos segundos finais, NBPG deixa escapar vaga direta na final
/
PUBLICIDADE

No Morumbi, São Paulo marcou com Cueva, mas visitantes deixaram tudo igual na segunda etapa

Com gol de Cueva – em bela jogada de Pratto – e grande atuação do goleiro Renan Ribeiro, o Tricolor largou na frente diante do Ituano neste sábado (18) e tentou reagir no Campeonato Paulista de 2017, mas sofreu o empate na segunda etapa e ficou no 1 a 1. Apesar do tropeço, no Morumbi, o São Paulo se manteve na liderança do Grupo B, agora com 15 pontos em nove jogos, seguido pelo Linense (14). Na próxima quarta-feira (22), com a missão de tentar reagir na competição, a equipe são-paulina visitará o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto.

Para encarar o clube de Itu, o time são-paulino não contou com Sidão (lombalgia), Maicon (entorse no tornozelo esquerdo), Rodrigo Caio (suspenso pelo terceiro cartão amarelo e vetado após sofrer um edema na região do ligamento colateral medial) e Wesley (artroscopia no joelho), além de Lyanco, que não está inscrito no torneio. No entanto, o Tricolor teve as voltas de Lucas Pratto – com uma máscara de proteção após sofrer fratura no nariz –, Breno e Jucilei (estes dois últimos preservados contra o ABC-RN (1 x 1).

Assim, a equipe foi escalada com Renan Ribeiro; Bruno, Breno, Douglas e Buffarini; Jucilei, Thiago Mendes e Cícero; Luiz Araújo, Lucas Pratto e Cueva. Já o adversário começou a partida com Fábio; Arnaldo, Naylhor, Lima e Peri; Walfrido, Igor, Marcelinho e Claudinho; Simião e Morato. Quando a bola rolou, diante de um rival bem fechado no campo de defesa, o São Paulo não teve vida fácil para explorar as jogadas na frente.

Nos contragolpes, os visitantes ainda levaram perigo. Logo aos quatro minutos, em jogada pela ponta esquerda do Ituano, a bola chegou rasteira para Wellington Simião, que finalizou: Renan Ribeiro saiu bem do gol e impediu que o adversário abrisse o placar! Para tentar responder, o Tricolor trocava passes pelo meio e tentava avançar, mas tinha dificuldades para entrar na área e conseguir a finalização.

Para tentar surpreender, o São Paulo contou com boa investida de Bruno pela ponta direita: o camisa 2 chegou no fundo e fez o cruzamento fechado. O arqueiro Fábio teve que socar a bola para conter a descida são-paulina. E se a equipe não conseguia municiar Pratto no ataque, a solução foi tirar o centroavante da área.

Aos 42 minutos, o camisa 14 buscou a jogada e rolou para Bruno, que cruzou da direita para Cueva: o peruano chegou embalado e bateu firme para inaugurar o marcador no Morumbi: 1 a 0! Na comemoração, o meia fez questão de parabenizar o atacante argentino pelo lance.

Na volta para a segunda etapa, o técnico Rogério Ceni promoveu duas alterações e tentou dar mais mobilidade ao time: entraram Junior Tavares e João Schmidt nas vagas de Buffarini e Douglas, respectivamente. Jucilei, que já tinha atuado como zagueiro fora do país, foi deslocado para a defesa ao lado de Breno.

Porém, apesar das mudanças, o Tricolor não conseguiu impedir que os visitantes reagissem. Em busca do embate, o Ituano se mandou para o campo de ataque e deu trabalho ao goleiro Renan, que fez grandes intervenções, mas nada pôde fazer para conter o tento do rival aos 16 minutos, anotado por Wellington Simião: 1 a 1.

Em uma nova tentativa de render mais opções ofensivas, o treinador são-paulino promoveu a entrada de Wellington Nem na vaga de Cícero. Com o camisa 21, o São Paulo reagiu e criou boa oportunidade aos 28 minutos: o atacante recebeu na área, abriu o espaço e soltou a bomba. O goleiro Fábio teve que se desdobrar para espalmar. No minuto seguinte, Bruno cruzou para Pratto, que testou e carimbou a trave!

Com as duas equipes atrás da vitória, a partida ficou franca e contou com boas jogadas de ataque de ambos os lados, no entanto as redes não balançaram novamente e o confronto válido pela nona rodada do Campeonato Paulista terminou empatado por 1 a 1. Na próxima quarta-feira (22), com a missão de tentar reagir na competição, o Tricolor visitará o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto.

As informações são da assessoria de imprensa.

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização