Governo vai melhorar internet nas escolas estaduais

Cotidiano

19 de abril de 2017 19:30

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Ex-diretor-geral da Alep é preso em operação do Gaeco

Paranaguá registra maior movimentação anual de cargas

Estudante se desespera com bandidos, foge e acaba baleado

PF faz megaoperação para combater tráfico internacional de drogas
Homem é atingido por raio em poste. Veja vídeo
Golpe no WhatsApp promete passagens aéreas
Médicos são denunciados por arrancarem cabeça de bebê
/Foto: Divulgação Casa Civil Governo do Paraná
PUBLICIDADE

O Governo do Paraná vai melhorar o funcionamento da internet em toda rede estadual de ensino. Detalhes do projeto foram discutidos nesta quarta-feira (19), no Palácio Iguaçu, pelo chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, com diretores e técnicos da Copel e da Fundepar. “Por determinação do governador Beto Richa, queremos tornar a internet mais rápida e eficiente, especialmente nas escolas mais afastadas dos grandes centros. Nosso objetivo é auxiliar os professores dentro e fora das salas de aula e contribuir ainda mais na formação dos nossos alunos”, adiantou Rossoni. 

Projeto

Segundo o diretor-presidente da Copel, Adir Hannouche, o primeiro passo já foi dado com o aumento de transmissão de toda rede de ensino. Isso foi possível com a substituição de equipamentos da Celepar, que permitiram que a capacidade saltasse de 20 bps para 40 bps (bites por segundo). “Isso já tornou a internet mais rápida em toda a rede escolar e trouxe uma melhoria significa no serviço”, disse. Já Maurício Dayan Arbetman, chefe de engenharia de operações da empresa, adianta que o segundo passo será dado no segundo semestre deste ano, quando a meta é investir nas 430 instituições de ensino instaladas distantes dos grandes centros e que ainda dependem de transmissão via satélite. Hoje, a rede de ensino do Estado é formada por 2.100 escolas. “Nestes casos, vamos instalar a fibra ótica da Copel e melhorar as instalações físicas, a chamada rede LAN ou local. Isso vai criar um padrão de excelência nas escolas e contribuir muito com o aumento da qualidade de ensino em todo Estado”, disse. O diretor-presidente da Fundepar, Victor Hugo Dantas, também participou da reunião.

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização