Richa autoriza 72 prefeituras a iniciarem financiamento

Cotidiano

20 de março de 2017 16:02

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Prêmio de R$ 130 mi deve gerar grande movimento nas lotéricas

Hospital no Haiti recebe nome de Zilda Arns

Senador apresenta projeto para que bancos abram aos sábados

Ministro Fachin diz que não se pode “demonizar a política”
Comunidade e bombeiros se unem para resgatar égua
Estudante de 15 anos é ferida nas costas em assalto
Prévia da inflação para junho é a menor desde 2006
/Foto: Divulgação/AEN
PUBLICIDADE

Recursos, que somados chegam a R$ 55,85 milhões, são do Sistema de Financiamento dos Municípios, operacionalizado pela Fomento Paraná.

O governador Beto Richa se reuniu nesta segunda-feira (20) com prefeitos de 72 municípios do Paraná, para autorizar os pedidos de financiamentos ao Estado. Os recursos, que somados chegam a R$ 55,85 milhões, são do Sistema de Financiamento dos Municípios, operacionalizado pela Fomento Paraná.

As prefeituras vão usar o dinheiro para obras de infraestrutura e compra de equipamentos. Após a autorização dada pelo governador, os projetos apresentados pelos municípios passarão por avaliação técnica da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e do Paranacidade.

Para Richa, é o investimento nos municípios que vai transformar o Estado. “Sempre tivemos sensibilidade com as demandas que os municípios apresentam, afinal de contas nosso governo tem característica municipalista”, disse. “Já fui prefeito e sei da dificuldade que todos nós enfrentamos por causa da gravíssima crise financeira sem precedentes que derruba de forma brutal as arrecadações”, acrescentou.

O governador também lembrou que o Estado fez o ajuste fiscal, o que dá ao Paraná a possibilidade de fazer repasses aos municípios. “Nosso ajuste já ajudou, no ano passado, o incremento na arrecadação dos municípios na ordem de 20%. O planejamento que aqui fizemos também garantiu em janeiro a transferência de 430 milhões de cota extra de ICMS”, complementou.

Destinação

O prefeito de Jaguariaíva, José Sloboda, pleiteia, junto ao Governo Estadual, R$ 4,5 milhões. O recurso será utilizado para a desapropriação de um terreno, onde vai ser instalado, até o primeiro semestre de 2018, um novo frigorífico para processamento de aves. “O município vai investir apenas R$ 4,5 milhões na desapropriação, mas o grupo que vai montar o frigorífico vai colocar mais 1,5 bilhão. A contrapartida da gente, portanto, é pequena em relação a tudo que vai representar ao município, como geração de 1400 empregos, impostos e renda”, acrescentou.

Infraestrutura

O prefeito de Tamboara, Antonio Carlos Cauneto, solicitou financiamento de R$ 400 mil, que será utilizado para reformas na cidade. “Nós queremos liberar 56 casas populares no município, mas nós só vamos conseguir isso se houver galerias e pavimentação, o que não temos ainda. Por isso, vamos usar esses recursos do governo estadual para construir o que é necessário para a liberação das residências”, disse.

Cauneto também ressaltou a parceria junto ao Estado. “O governador Beto Richa sempre deixa o leque de oportunidades aberto para os prefeitos, sempre deixando portas aberta e isso é importante pra nós”, acrescentou.

O prefeito de Santa Cecília do Pavão, Edimar Santos, disse que os recursos repassados pelo governo estadual são essenciais para o município. “Seria muito difícil fazer as obras que queremos, como colocação de galerias, asfalto e calçadas, se não fosse a ajuda do Estado”. Santos também lembrou da cota extra de ICMS repassada pelo Paraná no início do ano. “Isso nos ajudou muito na recuperação de estradas rurais e na colocação de mais ônibus para o transporte escolar”, contou.

Informações da Agência Estadual de Notícias (AEN).

PUBLICIDADE
COMENTÁRIOS
AVISO: O portal aRede não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site.
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização