Terceira parcela do IPVA vence entre os dias 20 e 24 de março

Cotidiano

17 de março de 2017 13:43

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Estado busca verbas de R$ 380 mi para obras em municípios

Fiep elenca propostas prioritárias para a indústria do Paraná

Richa determina auditoria em contratos de pedágio

Fiep já alertava sobre prejuízos revelados pela Lava Jato
Richa determina abertura de processo de investigação
Intenção de consumo registra alta de 5,5% em fevereiro no PR
Ladrões trocam tiros com policial e um deles pede ajuda no hospital horas depois
Terceira parcela do IPVA vence entre os dias 20 e 24 de março /Foto: José Fernando Ogura/ AEN/
PUBLICIDADE

A terceira e última parcela vence entre os dias 20 e 24 de março, de acordo com o último número da placa

Para evitar multa e juros, donos de veículos devem ficar atentos aos vencimentos do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2017. A terceira e última parcela vence entre os dias 20 e 24 de março, de acordo com o último número da placa.

A Secretaria da Fazenda do Paraná enviou no começo do mês correspondência com o boleto para o pagamento da terceira parcela, que pode ser feito em qualquer instituição bancária. Os contribuintes já haviam recebido correspondência com os dados para pagamento à vista ou das duas primeiras parcelas, que tiveram vencimentos em janeiro e fevereiro. 

Os que não efetuaram o pagamento das parcelas anteriores no prazo, devem emitir nova ficha com os valores atualizados no site da Secretaria da Fazenda (www.fazenda.pr.gov.br). Na consulta é preciso informar o número do Renavam do veículo. 

O pagamento poderá ser feito usando apenas o número do Renavam nos bancos credenciados, Banco do Brasil, Bancoob, Bradesco, Itaú, Rendimento e Sicredi. Outra opção restrita aos bancos conveniados é a Guia de Recolhimento do Estado do Paraná (GR-PR), que está disponível no endereço www.fazenda.pr.gov.br

PENDÊNCIAS

Contribuintes que possuam pendências relativas ao pagamento de IPVA serão inscritos no Cadastro Informativo Estadual e terão restrições no relacionamento com o governo, o que inclui o não recebimento de créditos e prêmios do Programa Nota Paraná. 

Quem não pagar o imposto nos prazos definidos pela legislação terá multa de até 10% e os valores sofrerão acréscimo de juros. Veículos que estiverem com débitos do IPVA não receberão o licenciamento anual emitido pelo Detran/PR e ficam impedidos de transitar nas vias públicas, sob risco de retenção e aplicação de multas por autoridades de trânsito. 

A inadimplência também impede a transferência de propriedade do veículo e insere o contribuinte na condição de devedor de tributos, restringindo a obtenção de Certidão Negativa de Débitos Tributários. 

O IPVA é de competência estadual, mas toda a arrecadação desse imposto é dividida entre o Estado (50%) e o município de registro do veículo (50%). No Estado, os recursos são aplicados prioritariamente nas áreas de educação, saúde e segurança pública. O Paraná possui 4,36 milhões de veículos tributados e 2,48 milhões não tributados.

Informações da Agência Estadual de Notícias

PUBLICIDADE
MIX - 21/02/2018 02:14h

Vinícius é morto no presídio

Beth se junta à comemoração de Clara e todos estranham seu comportamento. Adinéia pede para Samuel ...

 
0
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização