Dupla suspeita de matar filho de PM morre em confronto

Cotidiano

05 de janeiro de 2017 14:13

Rodrigo de Souza

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

“Paraná é modelo para o Brasil”, afirma Rodrigo Maia

Mãe e filha são atropeladas no centro de Curitiba

PR registra 60 mil divórcios nos últimos 10 anos

Temer anuncia R$ 12 bi para pré-custeio da safra agrícola
Jovem é encontrado morto na BR-476
PRF apreende 45 mil carteiras de cigarro
Morre pai que se afogou com o filho no Litoral
Dois dos suspeitos foram mortos durante troca de tiros em um matagal/Foto: Reprodução/Obemdito
PUBLICIDADE

Guilherme Sela, de 16 anos, foi sequestrado por três criminosos na noite de quarta (04) e torturado até a morte. Confronto com suspeitos nesta quinta (05) resultou em dois mortos.

Dois suspeitos morreram durante uma troca de tiros com a Polícia Militar de Umuarama, no Noroeste do Paraná, durante a manhã desta quinta-feira (05). Eles estariam envolvidos na morte de Guilherme Sela, de 16 anos, filho de um policial militar. O adolescente foi torturado até a morte na noite de quarta-feira (04), após três pessoas invadirem a casa onde ele estava, roubado pertences e levado o adolescente até as proximidades da rodovia PR-323, onde foi morto a facadas.

O crime teria ocorrido no início da noite, mas o corpo só foi localizado às 23 horas. A PM realizou buscas pela região durante toda a madrugada e, no início da manhã, encontrou dois suspeitos em um matagal. Após várias horas de cerco policial, a dupla reagiu a aproximação da PM e acabou morta. Um terceiro suspeito foi detido em outro ponto da cidade, antes da troca de tiros.

O caso chocou os moradores de Umuarama. Segundo a Polícia Militar, o adolescente foi levado a um ponto isolado, perto do trevo de acesso ao município, e acabou morto a facadas. O corpo apresentava sinais de tortura.

O adolescente estava sozinho em casa no momento do crime. O pai, policial militar, atuava em um município da região, enquanto a mãe e o irmão mais passavam férias no litoral catarinense. Os bandidos roubaram ainda um Toyota Corolla prata, da família, mas o abandonaram após um acidente na rodovia PR-323.

PUBLICIDADE
COMENTÁRIOS
AVISO: O portal aRede não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site.
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização