X
aRede aRede
(X)
Publicidade

Campos Gerais

Fernando Rogala | Campos Gerais | 21/05/2018 as 20:25h

Petrobras anuncia alta e motoristas reforçam protestos

Caminhoneiros de diversos estados brasileiros paralisaram, nesta segunda-feira (21), suas atividades. Na região dos Campos Gerais não foi diferente: desde as 6h os motoristas profissionais iniciaram seus protestos, seja em postos de combustíveis ou às margens das rodovias, em Ponta Grossa (BR-376), Jaguariaíva, Castro, Carambeí, Piraí do Sul (PR-151) e Telêmaco Borba (PR-160). O movimento faz parte da greve geral, convocada em nível nacional pelos caminhoneiros autônomos, os quais cobram do Governo Federal a resposta para uma série de reivindicações, dentre as quais, encabeçam questões relativas aos pedágios e ao valor do diesel. Não há previsão para o fim da mobilização. 

Presidente do Sindicato dos Transportadores Autônomos de Cargas de Ponta Grossa e dos Campos Gerais (Sinditac), Neori ‘Tigrão’ Leobet, em entrevista ao vivo, na tarde desta segunda-feira, no Portal aRede, revelou que a mobilização nos Campos Gerais foi uma das pioneiras no país, já que a pauta, com sete reivindicações, foi uma das primeiras entregues junto ao Governo Federal, em Brasília, no dia 15 de maio, com protocolos no legislativo e no executivo. “Então toda a classe política hoje sabe da pauta com as reivindicações do Sindicato de Ponta Grossa”, revela. Embora seja uma mobilização dos caminhoneiros autônomos, Tigrão afirmou que inúmeras transportadoras demonstraram apoio, inclusive o Sindiponta, que é o Sindicato das Empresas Transportadoras de Cargas de Ponta Grossa e Região. 

Antônio Carlos Ferreira de Lima, mais conhecido como Coca, caminhoneiro autônomo que também participou do ao vivo, ressaltou as dificuldades em se cumprir um frete com os reajustes constantes do diesel. “Um motorista que faz frete para o Nordeste, se ele carrega um caminhão aqui, por exemplo, para ir para Fortaleza, no Ceará, dependendo da situação, vai encontrar até quatro reajustes até o final da viagem. Então veja que o lucro que teria já deixou nos postos de combustíveis”, disse. Segundo Tigrão, o preço dos combustíveis representa entre 60% e 62% do valor do frete. 

Caminhoneiro há 34 anos, José Carlos Cosmoski, que estava mobilizado na região do Distrito Industrial de Ponta Grossa, no Posto Torre Alta, explica que as mobilizações foram marcadas pelas redes sociais, especialmente pelo WhatsApp. “Diversos sindicatos de caminhoneiros levaram reivindicações e o governo não cede. E ainda anunciaram outra alta”, disse. Ele lembrou a forte adesão voluntária e a abordagem a outros caminhoneiros circulando, para aderirem e entrarem nos postos. “Nas rodovias não tem caminhão circulando na região. Temos vários postos com pátios cheios nos postos da BR-376”, disse. 

Sobre o fim das paralisações, Cosmoski disse que os caminhoneiros estão preparados para continuar mobilizados, que não terminará enquanto o governo não acatar os pedidos da classe. “Nós marcamos a hora do início. Agora, o término, quem vai decidir é o governo federal”, completou Tigrão. A última posição que o presidente do Sinditac tinha de Brasília, ao final da tarde, era que o presidente chamou os ministérios para tentar encontrar uma solução.


Pauta elaborada pelo Sinditac engloba sete reivindicações

Como explica Tigrão, sete são as reivindicações do Sintac. “Nós levamos uma pauta com sete itens de reivindicações; mas os dois itens principais são o preço do óleo diesel e a não cobrança do eixo suspenso do caminhão vazio. Nós não concordamos com a maneira que o governo adotou dos aumentos do óleo diesel”, explicou Tigrão. Porém, lembrou outras, como a criação de uma tabela referência com valor mínimo por quilômetro rodado e condições para a renovação da frota, como carência para o início do pagamento, com financiamento em até 10 anos com juros subsidiados. “O caminhoneiro tem registro na AMTT e o próprio bem pode ficar de garantia”, destacou. 

Outro ponto é relacionado a um imposto estadual, o ICMS, sobre o qual Tigrão afirmou que haverá uma reunião com Cida Borghetti, com quem teve contato neste fim de semana. “A governadora disse que vai estudar uma maneira, que seria o crédito do ICMS do caminhoneiro autônomo, que hoje só as empresas tem”, completa. 


Decisão judicial é entregue nas mobilização 

Por volta das 15 horas, os caminhoneiros reunidos no Posto Brasil, receberam um mandado de interdito proibitório, da Segunda Vara Federal de Ponta Grossa e uma intimação da Justiça Federal do Paraná. Os documentos estavam sendo levados em todos os postos e pontos onde estavam reunidos os caminhoneiros, informando que não poderiam obstruir a rodovia. A multa que seria aplicada poderia chegar a R$ 100 mil por hora.

Porém, como ressaltou o caminhoneiro José Eduardo Tullio, que participava da mobilização, esse documento não impactavam neles, já que a paralisação estava dentro dos conformes. “A Juíza não está proibindo a greve, ela só pede para não haver interdição total e não cerceie o direito de ir e vir. Estamos nos postos aguardando o posicionamento do governo”, destaca.



Lideranças revelam apoio à mobilização

Autoridades políticas e outras classes também demonstraram apoio às manifestações. O Deputado Estadual Péricles de Holleben Mello (PT) afirmou que as reivindicações são justas. “O movimento de protesto dos caminhoneiros é vitorioso e correto e a população entende e apoia. Em 47 dias, o óleo diesel aumentou de preço em 21% e nos últimos 12 meses a alta acumulada é de 58%. Uma política de preços insana, fruto de uma ideologia neoliberal que tenta privatizar completamente a Petrobrás”, destacou.

O vereador Rudolf ‘Polaco’ (PPS), por sua vez, usou a tribuna da Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG) para cobrar ‘união’ por parte das lideranças políticas. “Meu avô foi caminhoneiro e eu sei o que esses profissionais sentem”, disse. “Cada um aqui representa um grupo político, um partido. Peço a todos que cobrem seus representantes em Brasília para que o Governo Federal olhe com atenção para a demanda dos caminhoneiros que são profissionais fundamentais para o desenvolvimento do país”, completou.

Quem também prestou apoio aos transportadores autônomos foram os motoristas do aplicativo Uber em Ponta Grossa. Por volta das 15h40, diversos motoristas fizeram uma carreata, saindo do restaurante Estrela de Prata Executive em direção ao Distrito Industrial, onde estavam mobilizados os caminhoneiros. “Estamos fazendo uma carreata em apoio à mobilização dos caminhoneiros e contra o aumento abusivo dos combustíveis”, declarou o motorista Lauro.


Marcio Pauliki cobra posicionamento do Governo Federal

O deputado estadual Marcio Pauliki (SD), presidente da Comissão da Indústria, Comércio, Emprego e Renda da Assembleia Legislativa do Paraná, encaminhou um ofício ao Ministério dos Transportes cobrando um posicionamento do órgão sobre a greve dos caminhoneiros. Preocupado com o rumo da paralisação, Pauliki solicita informações sobre as reivindicações dos caminhoneiros. Segundo o deputado, todo aumento no custo dos transportes gera prejuízos para toda a sociedade. “Estes aumentos nos custos dos transportes gera um aumento em cadeia de meio produtivos e de produtos finais, atingindo toda população”, ressaltou o parlamentar.


Alta no diesel de 0,97% vale a partir desta terça

A Petrobras anunciou, nesta segunda-feira (21), mais uma alta no preço dos combustíveis. Com a medida, a partir desta terça-feira, dia 22, a gasolina estará 0,9% mais cara nas refinarias, enquanto que o diesel 0,97%. Com esse incremento, o preço da gasolina passará a custar R$ 2,086, em média, enquanto o do óleo diesel sobe para R$ 2,371, em média nas refinarias. Nos últimos 17 dias foram 11 aumentos registrados.

Desde o início do mês, o aumento percentual em ambos os combustíveis, que são comercializados com base no preço internacional desde meados do ano passado, já passou da casa dos dois dígitos. Enquanto que a gasolina subiu 16,07% no acumulado do mês de maio, o óleo diesel acumula 12,3% de incremento desde o primeiro dia de maio.

Em nota, a Petrobras afirmou que essas altas estão relacionadas às oscilações do preço do barril do petróleo, e que essa variação é importante para que a empresa possa competir de forma eficiente no mercado nacional. “Os combustíveis derivados de petróleo são commodities e têm seus preços atrelados aos mercados internacionais, cujas cotações variam diariamente, para cima e para baixo”, informou a empresa. 

0 compartilhados

Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Cotidiano 20/10/2018 ás 18:30h
Cotidiano 20/10/2018 ás 18:00h
Ponta Grossa 20/10/2018 ás 17:55h
Campos Gerais 20/10/2018 ás 17:36h
Ponta Grossa 20/10/2018 ás 17:30h
Esporte 20/10/2018 ás 16:20h
Cotidiano 20/10/2018 ás 16:00h
Ponta Grossa 20/10/2018 ás 15:30h
Esporte 20/10/2018 ás 14:52h
Ponta Grossa 20/10/2018 ás 12:20h
Mix 20/10/2018 ás 11:44h
Ponta Grossa 20/10/2018 ás 11:28h
Publicidade

VÍDEOS

Vamos Ler | 19/10/2018 ás 17:09h

Aluna entrevista mãe de colega sobre a leitura

Vamos Ler 18/10/2018 ás 19:09h
Vamos Ler 18/10/2018 ás 17:09h
Publicidade

PONTA GROSSA

Ponta Grossa | 20/10/2018 ás 11:03h

Operação detém dupla por perturbação do sossego

Ponta Grossa 20/10/2018 ás 10:05h
Ponta Grossa 20/10/2018 ás 09:32h
Ponta Grossa 20/10/2018 ás 08:29h
Ponta Grossa 20/10/2018 ás 08:01h
Ponta Grossa 20/10/2018 ás 07:32h
Publicidade

COTIDIANO

Cotidiano | 20/10/2018 ás 09:02h

TRE-PR comprova lisura das urnas eletrônicas

Cotidiano 19/10/2018 ás 21:43h
Cotidiano 19/10/2018 ás 18:00h
Cotidiano 19/10/2018 ás 17:52h
Cotidiano 19/10/2018 ás 16:20h
Cotidiano 19/10/2018 ás 13:02h
Publicidade

CAMPOS GERAIS

Campos Gerais | 20/10/2018 ás 10:27h

Rapaz tenta separar briga e leva facadas nas costas

Campos Gerais 19/10/2018 ás 21:15h
Campos Gerais 19/10/2018 ás 20:50h
Campos Gerais 19/10/2018 ás 08:29h
Campos Gerais 18/10/2018 ás 22:24h
Campos Gerais 18/10/2018 ás 18:40h
Publicidade

MIX

Mix | 20/10/2018 ás 10:22h

Para onde viajar em tempos de dólar alto?

Mix 20/10/2018 ás 00:36h
Mix 19/10/2018 ás 15:20h
Mix 18/10/2018 ás 20:37h
Mix 18/10/2018 ás 18:26h
Mix 17/10/2018 ás 17:40h
Publicidade

ESPORTE

Esporte | 19/10/2018 ás 21:30h

PGF/Secal enfrenta uma das principais equipes do país neste sábado

Esporte 19/10/2018 ás 20:27h
Esporte 19/10/2018 ás 11:36h
Publicidade

INSANA

Insana | 19/09/2018 ás 13:30h

Restauração de escultura dá errado e vira piada

Insana 28/08/2018 ás 11:07h
Insana 21/08/2018 ás 11:50h
Insana 20/08/2018 ás 11:35h
Insana 31/07/2018 ás 11:50h
Insana 30/07/2018 ás 10:27h
Publicidade

VAMOS LER

Vamos Ler | 19/10/2018 ás 17:09h

Aluna entrevista mãe de colega sobre a leitura

AGRONEGÓCIO

Agronegócio | 19/10/2018 ás 22:50h

Produção Agropecuária somará R$ 574,25 bilhões

Publicidade

ROMULO CURY

RC Coluna | 20/10/2018 ás 00:10h

Coluna RC deste sábado (20/10)

BOM DIA ASTRAL

Bom Dia Astral | 20/10/2018 ás 00:29h

Bom Dia Astral: Confira seu horóscopo para este sábado (20/10)

EMPREGOS

Empregos | 19/10/2018 ás 00:27h

Vagas na agência do Trabalhador para sexta-feira (19/10)

Publicidade

MAIS LIDAS

Ponta Grossa | 19/10/2018 ás 13:44h

Morte de garota por overdose gera comoção em PG

Ponta Grossa 19/10/2018 ás 18:31h
Ponta Grossa 20/10/2018 ás 09:32h
Mix 18/10/2018 ás 18:26h
Ponta Grossa 20/10/2018 ás 10:05h
Publicidade
Publicidade