aRede aRede aRede
aRede
Médico é baleado ao tentar defender esposa de assalto

Campos Gerais

04 de janeiro de 2018 08:45

Da Redação

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Parque dos Campos Gerais pode custar R$ 2 bi à União

Caminhão carregado com milho pega fogo

Ladrões roubam carro dos Correios e saqueiam carga

Homem é preso com arma após ameaçar ex-mulher
Briga de moradores de rua acaba com um esfaqueado
34ª Feira de Malhas de Imbituva começa nesta sexta
Região pede apoio ao Estado para ampliar oferta de saúde
Médico permanece internado na UTI do Hospital Geral da Unimed, em Ponta Grossa/Divulgação
PUBLICIDADE

Pediatra José Carlos Nisgoski tentou defender a esposa que foi rendida na entrada de casa e acabou baleado pelos criminosos

As polícias Civil e Militar de Jaguariaíva (região dos Campos Gerais) estão mobilizadas desde o fim da tarde de quarta-feira (3) para encontrar dois bandidos que tentaram matar o médico pediatra José Carlos Nisgoski durante uma tentativa de assalto. O crime ocorreu por volta das 18h, quando o pediatra tentou defender a esposa, que tinha acabado de ser rendida pelos bandidos na porta de casa, na rua Conde Francisco Matarazzo, no centro da cidade.

Segundo a Polícia Militar, a esposa da vítima chegava em casa por volta das 18h40 e foi rendida por dois homens armados quando abria o portão da residência. Ela foi obrigada a entrar no carro novamente e entrar em casa. O médico já estava em casa e presenciou o crime. De acordo com a PM, ele reagiu e foi atingido por vários tiros. Os ladrões fugiram e, a princípio, não conseguiram levar nada.

O pediatra foi levado ao Hospital Carolina Lupion com ferimentos considerados graves e foi transferido ao Hospital Geral da Unimed, em Ponta Grossa, onde permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 

PUBLICIDADE
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização