Feira das Malhas de Imbituva começa nesta quinta-feira

Campos Gerais

19 de abril de 2017 22:29

Fernando Rogala

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Motociclista é preso com munições a maconha na região

PM detém três condutores inabilitados em Irati

Gestores ambientais irão debater redução da Escarpa Devoniana

'Guarda Mirim' inicia atividades em Castro
Entidades se mobilizam e evitam fechamento de Unidade de Governo
Conferência Municipal de Saúde acontece dia 27
Castro também referencia 'Santana' nesta quarta
/
PUBLICIDADE

Começa nesta quinta-feira, na região dos Campos Gerais, a maior feira da moda tricot no Paraná. Realizada no Pavilhão Francisco Barros, a Feira de Malhas de Imbituva reúne mais de 20 malharias, que irão apresentar as últimas tendências da moda outono/inverno. A cerimônia de abertura está marcada para este dia 20, e o evento segue até o dia 14 de maio, com o horário de atendimento das 9h às 20 horas nos dias de semana e, nos fins de semana, até as 20h30. 

Com a perspectiva de atrair cerca de 65 mil visitantes de todo o país durante as três semanas e meia da realização, a feira movimenta a cidade, gerando negócios na economia regional. Segundo a organização, somente em empregos diretos e indiretos, neste período são mais de 150 gerados. 

Em relação às vendas, como explica o presidente da Associação das Malharias de Imbituva, Verli Moleta, a perspectiva é de que haja um incremento, principalmente em função do clima mais ameno previsto, podendo superar a marca de 300 mil peças comercializadas. “Está todo mundo preparando. Esperamos muitas vendas, ainda mais com o frio que está fazendo e esse ano, a previsão é de inverno mais rigoroso. Nossa expectativa é comercializar 10% a mais do que vendemos em 2016” destaca.

“A proposta da 33º Feira de Malhas de Imbituva é oferecer uma diversidade de peças que encaixem em diferentes estilos, ou seja, mostrar que o tricot pode fazer parte do guarda roupa de todo mundo”, avalia Aruana Aleixo, do blog Tudo em Dose Dupla.


Diversidade

As malharias usaram como conceito a diversidade e pensaram em peças para agradar tanto quem é antenado na moda, quanto aqueles que preferem o estilo mais básico. Do casual ao elegante a intenção foi mostrar como a moda tricot é democrática. “As peças estão bem variadas, desde as mais básicas e casuais até as mais elegantes e fashion, a paleta de cores, recortes e estampas também estão muito bonitas, oferecendo várias opções”, completa Aruana

PUBLICIDADE
COMENTÁRIOS
AVISO: O portal aRede não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site.
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização