Previs?o do tempo
   
Safra deverá ser recorde em 2017, aponta IBGE

Campos Gerais

10 de janeiro de 2017 20:33

Fernando Rogala

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Campos Gerais pode registrar temporal nesta quarta-feira

Homem é morto a golpes de machado enquanto dormia

Animal cruza rodovia e caminhão tomba na BR-373

Homem morre afogado ao armar redes de pesca em Palmeira
Jovem morre em acidente no interior de Prudentópolis
OAB amplia debate sobre alterações na Escarpa Devoniana
Bailarinas de Tibagi se apresentam em Joinvile
/
PUBLICIDADE

O  Brasil terá uma safra recorde neste ano de 2017. A previsão foi revelada nesta terça-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados fazem parte do terceiro prognóstico para a safra deste ano e constam do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), que estima 213,7 milhões de toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas. O Levantamento da Conab estima um valor ainda mais alto, de 215 milhões de toneladas. A região dos Campos Gerais também deverá ter uma das maiores safras da história, com a perspectiva da colheita de 3,2 milhões de toneladas nesta safra 2016/2017. O valor é inferior somente aos 3,4 milhões de toneladas da safra 2012/2013.

Conforme relata Luiz Alberto Vantroba, economista do núcleo regional do Departamento de Economia Rural (Deral), que abrange 22 municípios, as condições climáticas estão favoráveis no desenvolvimento da soja e do milho – os dois principais cultivos da região. “O clima favorável tem proporcionado boas condições de desenvolvimento para as principais culturas, devendo as mesmas atingirem as produtividades inicialmente estimadas no relatório” informou. A produtividade da soja está estimada em 3,6 mil quilos por hectare, o que representa uma produção total de 1,9 milhão de toneladas; enquanto que o milho está em 10 mil quilos por toneladas, e deverá se aproximar de um total colhido de 1,1 milhão de toneladas, já somando a produção estimada para a segunda safra. 

Cabe destacar que esta média foi atingido pela soja na safra 2012/2013, mas não a do milho (9,4 mil quilos por hectare). Entretanto com uma área plantada maior de milho naquela época e o maior rendimento por hectare, favoreceram a quebra do recorde. Já no caso do feijão devem ser colhidos quase 200 mil toneladas nas duas safras deste ano na região.

Tendo em vista que, no Brasil, a produção de soja, milho e feijão deverá totalizar 128 milhões de toneladas, segundo os cálculos do IBGE, a produção regional representa uma participação de 2,5% do total produzido em todo o país. Os números comprovam a alta produtividade da região, que já se destaca na liderança estadual na produção de feijão e uma das maiores na produção de soja. 


Produção deverá ter crescimento de 16% em relação a 2016

Para o Estado do Paraná, a estimativa é de mais uma safra recorde, com a colheita de 23 milhões de toneladas de grãos, 14% maior do que a safra passada. Já na região dos Campos Gerais, a perspectiva é de que  haja um crescimento de 15% em relação ao colhido em 2015. No Brasil, segundo o IBGE,  os números previstos para 2017 são 16,1% superiores ao total do ano passado: 184 milhões de toneladas – uma queda de 12,2% em relação ao recorde de 2015 (209,7 milhões). Em2016, a distribuição regional da produção de grão é de 75,1 milhões de toneladas no Centro-Oeste;  e de 73 milhões, no Sul (80% do total).


PUBLICIDADE
COMENTÁRIOS
AVISO: O portal aRede não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site.
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização