Previs?o do tempo
   
Resultados de gestão de propriedades serão revelados na Expofrísia

Agronegócio

20 de abril de 2017 14:59

Fernando Rogala

  • Comentários
    0 compartilhados
  • Imprimir

Relacionadas

Raça bovina 100% paranaense ganha reconhecimento federal

Castrolanda é representada em evento internacional

Raça Purunã será reconhecida amanhã pelo Mapa

Campeão em produtividade alcança 132 sc/ha no trigo
Paraná tem melhor produtividade de soja no mundo
Resultados de gestão de propriedades serão revelados na Expofrísia
Conab negocia subvenção para escoamento de trigo do Paraná
/
PUBLICIDADE

Na atividade agropecuária o conhecimento é transmitido de geração para geração. Entretanto, a exigência do mercado, a busca por aumento de produtividade e, principalmente, a redução dos custos exigem que os produtores passem por treinamentos e ações que promovam aumento dos resultados. Com essa premissa, a Frísia Cooperativa Agroindustrial firmou parceria com a Clínica do Leite, instituição vinculada ao departamento de Zootecnia da Escola Superior da Universidade de São Paulo (ESALQ/USP). O projeto inicial contou com 27 propriedades e hoje, em sua segunda fase, tem a participação de 72 produtores da região dos Campos Gerais. 

O MDA já foi utilizado em grandes empresas de outros setores, e adaptado pelo professor Paulo Machado para o setor leiteiro. Os resultados serão visíveis na ExpoFrísia 2017, feira que acontece em Carambeí (PR) entre os dias 27 e 29 de abril.

O Master Dairy Administration (MDA), projeto-piloto de capacitação de gestão da Frísia voltado aos produtores da cadeia leiteira, auxilia a solucionar problemas que possam surgir no campo com base na gestão profissional dos processos. O MDA garante melhora na mão de obra, com ferramentas operacionais como indicadores financeiros e zootécnicos. Esse tipo de suporte diminui riscos, aumenta a produtividade e amplia a competitividade.

Para Jefferson Tramontini Pagno, coordenador de Pecuária Leiteira da Frísia, o cooperado ganha com o aumento de produção e rentabilidade, e na profissionalização na sucessão familiar. Pagno explica que, para ele, é uma experiência ímpar ver essa mudança de patamar na produção de leite.

“Com a implantação desse projeto conseguimos chamar a atenção de vários produtores para a gestão das propriedades, principalmente no que tange à mão de obra leiteira, que hoje é o nosso grande desafio. É muito gratificante ver o resultado e o produtor mudando a forma de trabalhar com aumento de produtividade e retorno financeiro”, explica Pagno.

PUBLICIDADE
COMENTÁRIOS
AVISO: O portal aRede não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site.
IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização